Translate

DOAÇOES AQUI AJUDE NOSSO BLOG A CONTINUA NA REDE

Pagar

SÃO CIPRIANO relatos

SÃO CIPRIANO TEM OPERADO CENTENAS DE MILAGRES POR TODO O MUNDO. POR ISSO, LUTE E NÃO DESISTA. QUEM SABE, VOCE TAMBEM PODE SER AGRACIADO COM UM MILAGRE. ENTREGUE A SUA FÉ E O SEU PROBLEMA AO ALTAR DE SÃO CIPRIANO


100
RELATOS VERIDICOS

100 casos reais e milagres espirituais do Altar Místico de São Cipriano



Pagina 1 de Relatos verídicos









1

E eis um testemunho da intercedência de são Cipriano através da fé e dos seus saberes espirituais, e ei-lo assim:



«Estou a enviar este e-mail, para dizer que (…) estou muito feliz, e é graças ao seu trabalho»



Carla B



Relato verídico conforme e-mail de 4/4/2008

.



2


São Cipriano é um santo milagreiro e dele provem fortes saberes espirituais e místicos. Pois quando a intercedência de são Cipriano se manifesta, eis que no seu devido tempo o prodígio pode ocorrer, tal como ocorreu á Sr.a C.Santos. E assim, depois das intercedências no altar celebradas, eis que no tempo por Deus marcado assim a Sr.a C. Santos escreveu ao altar:



«Entre mim e a pessoa que amo tudo corre bem, nunca antes ela me tinha amado desta forma, o seu trabalho resultou mesmo.»



C. Santos



Relato verídico de e-mail com data de 18/8/2008



E tal como ela, também assim a Sr.a Maria A. escreveu:



«Consegui o trabalho (…) Muito importante foi eu ter aberto os olhos. Acreditei sempre, até este ano em pessoas que não devia. (…) foi bom. Estou mais forte. Mais segura (…) Agradeço o que fez por mim, e a todos os que colaboram consigo. (…) Obrigada.



Relato verídico conforme e-mail de 3/1/2009

Seja pelas bênçãos de são Cipriano e de Deus, (magia branca), seja pelas maldições de são Cipriano e de Deus, (magia negra), eis que a cada pessoa Deus responde de uma forma. Assim, se procurardes com fé, eis que também em vós poderá no tempo por Deus marcado o fruto dos santos de Deus ocorrer. Para isso, eis são Cipriano aberto a acolher-vos neste altar.



3

A Sr.a Sónia S. tinha uma falsa amiga na sua vida. Ela contactou o altar de São Cipriano para a afastar da vida dela, pois essa mulher desejava o marido da Sr.a Sónia, e eis que ela era como erva daninha que estava envenenando o seu lar, o seu casamento e sua felicidade. O assunto foi entregue ao altar de São Cipriano, ali realizando-se missas esotéricas para auxiliar espiritualmente a Sra Sónia S.

E assim feito, eis que uma maldição foi rogada por são Cipriano, e eis que no tempo por Deus marcado como erva daninha essa mulher foi arrancada da vida da Sr.a Sonia S., e eis que a dita mulher desapareceu da vida da Sr.a Sónia. Mais uma vez, através dos saberes de São Cipriano resolvia-se um problema.



4

O Sr José F. desejava uma mulher mais nova, que ele amava á distância há muito tempo. Ela sempre demonstrara muita resistência aos avanços do Sr José, declarando-se apenas «uma amiga» e rejeitando qualquer relacionamento íntimo. O caso parecia perdido, mas o altar de são Cipriano recebeu-o de braços abertos. Consagrações foram celebradas no Altar de São Cipriano, de acordo com os mais secretos saberes do Santo e Bruxo milagreiro. Assim feito, no tempo por Deus marcado a dita mulher passou a actuar de forma carinhosa, amistosa, meiga e dedicada, ficando mesmo cheia de desejo sexual pelo Sr José. O Sr José teve assim a porta aberta para tudo o que ele mais desejava. Mais uma vez São Cipriano, transformou o que antes era um caminho fechado numa porta aberta á felicidade do Sr. José F. São Cipriano, continua operando milagres por todo mundo. Basta depositar nele a sua fé.



5

O Sr Gonçalo estava desesperado, pois a sua vida empresarial estava acabada e as dividas eram imensas. O Sr Gonçalo entregou o assunto ao altar de São Cipriano, onde se realizou um trabalho espiritual para que Sr. Gonçalo recebesse dinheiros dos clientes que lhe deviam milhões de Euros e que não lhe pagavam, ao passo que também fez um trabalho para que os bancos e credores lhe dessem tempo e espaço de manobra. Durante o trabalho do altar, o Sr Gonçalo recebeu dinheiro cobrado a clientes no valor de 3 prémios de Totoloto. Algumas das pessoas «tocadas» pelo trabalho de São Cipriano feito no Altar de São Cipriano, chegaram a vir entregar carros para pagar as suas dívidas, quando antes simplesmente nem um cêntimo pagavam. Os bancos, semana após semana, deram tempo e oportunidades de pagamento ao Sr Gonçalo, quando antes de consultar o altar lhe eram totalmente inflexíveis. E eis que assim, no tempo por Deus marcado, oportunidades e mais oportunidades foram sendo concedidas ao Sr. Gonçalo, onde antes apenas barreiras e mais barreiras haviam.



6

O Sr Luís estava á beira da falência, sem amigos e em risco de perder a sua noiva. O Sr Luís estava num estado psicológico e espiritual em que apenas pensava em suicidar-se. Quando procurou a ajuda do altar de são Cipriano, era a ultima tentativa de resolver os seus problemas. O altar aceitou este caso desesperado.... O assunto foi entregue a São Cipriano, e todo um processo espiritual foi celebrado em missas esotéricas com fundamento nos saberes de São Cipriano. Pois assim no tempo por Deus marcado, a vida do Sr. Luís mudou. A loja do Sr Luís passou a vender, e a falência foi ultrapassada. Os seus problemas de amizade do Sr Luis foram resolvidos. A namorada do Sr Luís voltou e tudo ficou bem. Tudo voltou á normalidade. Ate os pais do Sr Luis prosperaram na vida !! São Cipriano, continua fazendo milagres hoje, tal como fez á séculos atrás.



7

A menina Sónia procurava trabalho há 1 ano sem sucesso. Ela contactou o altar de são Cipriano porque o seu namorado conhecia a obra daqueles que ali trabalham e já tinha visto resultados espantosos dessa ajuda espiritual na sua própria vida. E a menina Sónia não se arrependeu. Eis que no tempo por Deus marcado, a Sr.a Sónia tinha já assinado um contrato de trabalho com uma empresa internacional e estava com os seus problemas laborais resolvidos. Quem entrega o seu problema a são Cipriano, com plena fé e confiança em São Cipriano e em Deus, encontra uma grande oportunidade de ver um milagre acontecer.



8

O Sr André estava devastado com a perda inesperada da sua noiva. Antes de contactar o altar de são Cipriano, a sua noiva tinha terminado um relacionamento de 7 anos e tinha-se afastado do Sr André. A noiva chegou mesmo a mudar os seus contactos pessoais e telefónicos a fim de evitar qualquer aproximação do seu ex noivo. O Sr André já tinha perdido todas a hipóteses de sequer falar com a noiva. O Sr André é um empresário de sucesso a nível internacional e a profunda depressão em que caiu estava a destruir ate mesmo a sua capacidade de trabalho. No entanto, no tempo por Deus marcado a noiva misteriosamente contactou o Sr André, confessou-lhe o seu amor e as suas saudades, tendo imediatamente voltado para o Sr André. Os negócios do Sr Andre também melhoraram e tudo voltou á perfeição !!



9

A Dr.a Ana L. logo após o auxilio espiritual do altar de são Cipriano , viu desaparecerem os seus problemas. O marido que a ameaçava constantemente desapareceu do mapa e no seu trabalho, ( ela é uma alta funcionária do estado, com ligações estreitas a altos cargos políticos), revelou-se-lhe quem a prejudicava e apareceu na sua vida uma alta figura da politica que a ajudou imensamente. Tudo num milagre sem igual. Assim, no tempo por Deus marcado tudo mudou. Do desespero total a Dn.a Ana L. caiu nas boas graças do patronato e viu todas as ameaças á sua felicidade afastadas da sua vida.



10

O Dn.a Marta S. tinha perdido todas as esperanças de recuperar o seu marido. Ele não lhe falava, ele demonstrava uma autêntica repulsa e «nojo» pela Dn.a Marta. Pois tempos passados após o trabalho espiritual no qual o problema foi entregue ao Altar de São Cipriano, onde missas esotéricas foram intensamente celebradas, o milagre aconteceu: o marido mudou completamente. Eles fizeram amor apaixonadamente e eles passaram a dormir novamente como homem e mulher, recuperando uma relação que estava perdida. O terreno que estava estéril foi transformado em terreno fértil que a Dn.a Marta teve assim a grande oportunidade de semear com o seu amor. No tempo por Deus marcado, os poderes do auxilio de São Cipriano são milagrosos, a assim o atestam as centenas de milagres que já foram operados no Altar de São Cipriano.



11

A menina Marta C. estava totalmente desesperada. O seu noivo havia-a abandonado e as esperanças de um retorno eram nulas. Ele dizia que não gostava dela, ele dizia que não a queria ver mais, ele tinha cortado qualquer tipo de contactos com ela. Após o auxilio espiritual do altar de são Cipriano, no tempo por Deus marcado o impossível aconteceu e o noivado estava restabelecido. O amor voltou á vida dela e a felicidade voltou a sorrir-lhe. Recentemente a menina Marta C. escreveu ao altar, dizendo:



«Voce ajudou-me e nunca dinheiro nenhum vai poder pagar a gratidão que sinto por isso. Obrigado.»



Mais palavras para quê? Incontáveis milagres já sucederam através do Altar de São Cipriano, onde são depositados os pedidos que lhe são confiados.



12

A Sr.a Susana Q. tinha perdido o amor e entretanto ficou desempregada. Estava totalmente devastada e desesperada. Falou com o altar de São Cipriano, e deu inicio a um forte trabalho místico segundo missas e rituais esotéricos. Pois depois do auxílio espiritual do altar de são Cipriano, no tempo por Deus marcado a Dn.a Susana arranjou emprego. Antes disso, e depois da ajuda espiritual realizada em missas celebradas no Altar de São Cipriano, a Dn.a Susana encontrou um rapaz livre, sério a apaixonado. Todas as portas voltaram-se-lhe a abrir e foi oferecida á Dn.a Susana uma possibilidade de ser novamente feliz.



13

A Sr.a Maria João é uma famosa professor de Reiki e Taróloga. Estava no entanto a ser vitima de trabalhos de magia negra que afastavam se si o seu marido. Após tempos de imensas lutas espirituais, através dos rituais celebrados no Altar de São Cipriano, no tempo por Deus marcado eliminaram-se com sucesso as magias negras e o seu marido regressou ao lar. São Cipriano, é um santo milagreiro e quem encontra nele, motivo de fé, encontra também uma porta aberta para atingir a felicidade.



14

A Sr.a Anabela M. estava desesperada. Tinha sido abandonada por um marido infiel e os seus negócios estavam-se afundando. Os problemas eram imensos, todos ele adicionalmente agravados por uma dolorosa solidão. A Dn.a Anabela andava há 1 ano a tentar trespassar uma das suas lojas de forma a poder ultrapassar tantas dívidas e mudar a sua vida. No entanto nunca conseguia realizar esse negócio pois algo parecia sempre bloquear-lhe os caminhos. Após intensos rituais celebrados através de saberes secretos de São Cipriano, no tempo por Deus marcado o negócio que Dn.a Anabela necessitava que acontecesse realizou-se e a sua situação financeira foi totalmente recuperada. Melhor ainda, a Dn.a Anabela encontrou o amor e a felicidade. Através dos milagres de São Cipriano, a luz e a vida foram devolvidas á Dn.a Anabela.



15

A Sr Lucinda nem sequer acreditava muito no mundo do oculto. Mas estava desesperada porque os seus negócios estavam completamente bloqueados. Por isso tentou uma solução desesperada e recorreu aos serviços do altar de são Cipriano. Pois após o auxilio espiritual celebrado no altar, no tempo por Deus marcado os negócios da Dn.a Lucinda estavam a fluir normalmente, até mesmo com uma melhoria. Ela sentia-se muito melhor e foi obrigada, (nas suas própria palavras), a «dar a mão á palmatória» e reconhecer que a obra do altar de são Cipriano realmente é verdadeira e dá provas de resultados muito claros. Céptica ou não, a Sr.a Lucinda passou a acreditar depois de ter recorrido á ajuda milagreira de São Cipriano.



16

A Dn.a Carla estava desesperada e infeliz. Amava um homem que lhe fugia das mãos e tinha na sua vida uma mulher que lhe bloqueava todos os caminhos para a felicidade com recurso a magias negras. Também usando de magias negras através dos mais poderosos saberes de São Cipriano, a Dn. Carla «amarrou» com sucesso o homem que ela amava, sendo que eles alcançaram a felicidade que antes a Dn.a Carla julgava impossível. Ao mesmo tempo que tal sucedeu, a mulher que tanto mal fazia á Dn.a Carla ficou totalmente bloqueada, tendo mesmo adoecido. No tempo por Deus marcado Acabaram-se esses problemas na vida da Dn.a Carla, sendo mesmo que outras pessoas á sua volta que também tinham sido vitimas das magias da mulher acabaram sentindo a força do poder do trabalho de São Cipriano , vendo-se livres do mal que as dominava.



17

O Sr Rui G. estava desesperado pois a sua esposa tinha-o abandonado para ter um relacionamento extra-conjugal com um colega profissional dela e amigo pessoal de ambos. A dor da perda de 2 filhos e 1 mulher era grande,e a sua dor durava há já um ano. O Sr Rui G falou com o altar de são Cipriano e deu inicio a um trabalho místico, ainda que com muitas desconfianças devido a todos os enganos a que havia sido sujeito. O assunto foi entregue ao altar de São Cipriano, e após intensas missas esotéricas dedicadas ao santo, no tempo por Deus marcado o relacionamento da mulher do Sr Rui G. com o outro homem estava «liquidado» e «eliminado». O caminho para o reencontro entre ambos foi por isso aberto, o que nunca antes havia sucedido. A força dos trabalhos espirituais de São Cipriano, demonstrava-se mais uma vez de forma célere e devastadora.



18

O Sr Nuno Q há muito tempo que amava uma mulher. Mas essa mulher por diversos motivos tinha-se afastado do Sr Nuno, sendo que poucos contactos mantinha com ele, e os contactos que haviam eram puramente sociais e de amizade. O Sr Nuno estava desesperado e contactou o altar de são Cipriano. O assunto foi rapidamente entregue ao Altar de São Cipriano, onde se celebraram diversas missas esotéricas de magia negra. E assim, passado o seu tempo eis que surgiu um sinal: a mulher em questão passou a demonstrar ciúmes relativamente ao Sr Nuno, coisa que já não acontecia há muito tempo. Assim, no tempo por Deus marcado a mulher acabou fazendo uma declaração de amor, confessando os sentimentos que lhe iam no coração relativamente ao Sr Nuno Q. Tão mais milagroso foi o resultado, quanto já tinha passado meio ano e a mulher em questão estava totalmente «desligada» do Sr. Nuno Q, e após este auxílio ela lhe abriu novamente o seu coração. Mais uma vez, e através de são Cipriano porta que ontem estava fechada abriu-se, concedendo-se oportunidades de felicidade a quem sofre. São Cipriano, revela-se muitas das vezes milagreiro a quem lhe entrega a sua fé.



19

O Sr Jorge N. tinha namorado 7 anos com uma rapariga e o namoro, por motivos familiares, tinha terminado. Ela evitava qualquer tipo de contacto do Sr Jorge N, fosse por telemóvel, por sms, por e-mail ou pessoalmente. Ela chegou mesmo a alterar os seus contactos para evitar os contactos do Sr. Jorge N. Ela diversas vezes afirmou que estava tudo acabado, «morto e enterrado» entre eles e que, não havia qualquer hipóteses de reencontro. Tempos passados após o auxilio místico no altar de são Cipriano, o Sr Jorge N. ja tinha estado com a tão desejada rapariga nos braços , em situações sexuais e intimas, coisa que antes se julgava impossível. Ao mesmo tempo, quando a rapariga estava prestes a abandonar a terra onde ambos moram, situações «misteriosas» sucederam e impediram-na de partir. Assim, no tempo por Deus marcado a separação foi evitada entre ambos. Assim, aquilo que era considerado impossível foi alcançado com sucesso. Os caminhos que o Sr Jorge N. viu fecharam-se-lhe diante dos olhos, foram os mesmos caminhos que se desbloquearam e voltram a abrir, através dos milagres de São Cipriano.



20

A Dn.a Cristina sofria imenso num casamento que era um inferno. Um marido insensível, super possessivo e loucamente ciumento fazia a vida da Dn.a Cristina num tormento. A Dn.a Cristina estava tentando trabalhar e apenas esse facto era motivo de brigas e ofensas. Na boca do marido, a Dn.a Cristina tinha dezenas de amantes e era uma grande «vadia», coisa que não era verdade pois a Dn.a Cristina vivia para o seu lar e para o filho de ambos. A mãe da Dn.a Cristina adorava o genro e por isso, da parte da família da Dna. Cristina estava fora de questão uma eventual separação ou um divórcio. A mãe da Dn.a Cristina chegou mesmo a levar a sua filha a imensos locais, em que espíritas entravam em contacto com guias que recomendavam a filha a aguentar o casamento. Entre muitos trabalhos místicos feitos, a vida da Dn.a Cristina estava cada vez pior. A Dn.a Cristina contactou o altar de são Cipriano. Pois apos o trabalho celebrado no Altar de São Cipriano e no tempo por Deus marcado, a verdade foi descoberta. Através do altar, revelou-se aquilo que tantos outros nunca tinham feito.... através de mensagens de um familiar da Dn.a Cristina que já morreu e que ela identificou, e que ela recebeu pessoalmente em sinais, pois revelou-se que o marido da Dn.a Cristina afinal tinha tido uma amante, o que ele acabou admitindo. Na verdade, era ele que traía a sua esposa e não o inverso, como ele gritava aos sete ventos. È caso para dizer que quanto ao marido ciumento, «o bom julgador por si se julga» e que, afinal «nem tudo que reluz é ouro». O marido da Dn.a Cristina «enfiou o rabinho entre as pernas», e a mãe da Dn.a Cristina foi forçada a admitir que afinal o «santo» do seu genro tinha «pés de barro».A Dn.a Cristina teve assim a sua oportunidade de ser feliz.




21

A Dn.a Helena amava o Sr Luis há muito tempo. Mas o Sr Luís andava há muito tempo indeciso entre a Dn.a Helena e uma outra mulher. A Dn.a Helena procurou a ajuda do altar de são Cipriano e deu inicio a um tratamento espiritual fortíssimo. No decurso do processo místico, foi revelado á dn.a Helena o nome e descrição de um homem já falecido, que a Dn.a Helena reconheceu imediatamente como sendo um primo com o qual tinha tido um relacionamento muito próximo. Foi assim dito á Dn. Helena que esse homem, apesar de já ter falecido, contudo não tinha «partido» e continuava neste mundo tentando permanecer junto dela, o que estava causando graves problemas á vida da Dn. Helena. O problema foi assim tratado através de missas esotéricas. Passados assim tempos após a celebração das missas rituais a são Cipriano, e no tempo por Deus marcado, a Dn.a Helena contactou o altar de são Cipriano e confirmou que o Sr Luís estava finalmente muito atraído por ela. O Sr Luís andava mesmo a rondar-lhe a casa em atitudes apaixonadas, e verificou-se que a outra mulher estava sendo afastada da vida dele. Tudo resultou a 100%, e os resultados só não foram melhores porque a Dn.a Helena, contrariou as indicações que lhe foram facultadas.



22

A Sr.a Susana F contactou o altar de são Cipriano porque relacionamento com o seu marido estava péssimo. O marido fugia dela, tinha-lhe repulsa a quaisquer contactos físicos e estava sempre distante e frio. Passado o trabalho e no tempo por Deus marcado, a Dn.a Susana F contactou o altar de são Cipriano confirmando o espectacular resultado do trabalho e dizendo:



«estou-me finalmente a sentir bem na minha relação com o meu marido. As coisas melhoraram muito»



Mais uma vez através dos milagres de São Cipriano, transformou-se o que estava estéril em terreno fértil para a felicidade de uma pessoa com fé.



23

A Dn.a Alda contactou o altar de são Cipriano porque o seu namorado estava totalmente descontrolado. Estava agressivo com ela e com a própria mãe, arranjava problemas no trabalho, não falava com ninguém e estava a isolar-se de todos os que o rodeavam. No altar de são Cipriano fez-se um poderoso clamor de auxilio espiritual, entregando o assunto aos espíritos, e a Dn.a Alda viu pelos seus próprios olhos o que estava causando uma tão grande alteração no comportamento do seu namorado. Estando o auxilio espiritual celebrado, e no tempo por Deus marcado, ela escreveu ao altar de são Cipriano agradecendo, pois ela já se estava a relacionar bem como seu namorado, ele estava outra vez normal e sereno, ao passo que o ambiente familiar estava bom. Assim, no tempo por Deus marcado São Cipriano, devolveu a paz a uma família, como a tantas e tantas já o santo milagreiro o fez.



24

O Sr João P. desejava separar-se da sua esposa e fazer a sua vida, uma vez que não era feliz junto desta. No entanto o sr João parecia não conseguir dar um passo em frente, pois cada vez que tomava uma atitude para se separar, logo começava a sentir um grande cansaço, dores de cabeça, inexplicável abatimento e dramática falta de forças. Imediatamente era possuído por ideias de regressar para casa. Tanto mais estranha era a situação, quanto o Sr João P parecia sentir-se forçado e desistir dos seus projectos mesmo contra a sua própria vontade. O Sr João P. procurou a ajuda do altar de são Cipriano, sendo que ali se entregou o assunto ao auxílio de São Cipriano e dos mais fortes espíritos. No final do trabalho espiritual, coisas muito estranhas aconteceram. No tempo por Deus marcado , o Sr João P. recebeu mensagens espirituais que lhe revelavam que a sua esposa estava a praticar magia negra para o amarrar. O Sr João não queria acreditar. Mas o Sr João teve de acreditar quando aconteceu aquilo que nunca tinha acontecido antes dele ter contactado o altar de são Cipriano… certo dia ele descobriu em sua casa instrumentos de um ritual de magia negra. O auxílio espiritual do altar de são Cipriano obrigou a verdade a vir ao cimo, revelando o que até então estava oculto. O Sr João P confessou que estava muito abalado com todas as descobertas que o trabalho do altar de são Cipriano lhe tinham revelado. Mas mais que apenas revelar as verdades ocultas, o trabalho espiritual do altar de são Cipriano desfez a amarração que a sua mulher lhe fizera. Assim, o Sr João P. teve finalmente forças para sair de casa e fazer a sua vida. Dois milagres aconteceram na vida do Sr João, que viu a verdade pelos seus próprios olhos e foi liberto das garras de uma amarração graças a São Cipriano.



25

O Sr Jorge R. estava desesperado e já tinha recorrido sem sucesso a outros mestres, mas sem resultados. A esposa do Sr Jorge R. estava decidida a separar-se e a acabar com o casamento e nada a fazia demover da sua decisão. Ela afirmava que já não gostava do do Sr Jorge R., que apenas via nele um amigo e o pais dos seus filhos, que nada mais existia entre eles. Pior: a esposa do Sr Jorge R. já tinha um outro homem na sua vida. O caso era desesperado. O casal já não dormia junto, as discussões eram imensas, a frieza da esposa era intransponível. O altar de são Cipriano aceitou a missão de auxiliar espiritualmente o sr. Jorge R., depositando o problema nas mãos de São Cipriano e dos espíritos sob seu comando. Pois após o trabalho do espiritual do altar de são Cipriano estar celebrado, no tempo por Deus marcado eis que o Sr Jorge R. escreveu, dizendo:



«Estou novamente com a minha mulher, ela finalmente voltou a dormir na nossa cama (…)Quanto ao outro individuo, acho que ela se está a querer afastar dele(…)ela voltou para mim»



Os resultados foram mais uma vez a prova dos incontáveis milagres de São Cipriano, operados através do auxílio espiritual do altar de são Cipriano. O que estava morto voltou a viver. Foi assim dada uma nova oportunidade ao Sr Jorge R. para construir um renovado casamento e reconquistar a sua mulher. Os resultados só não foram inteiramente positivos , ( o outro homem não foi totalmente afastado e isso veio a causar alguns efeitos posteriores), porque o Sr Jorge R. optou por não respeitar todas as instruções do altar de são Cipriano.



26

Uma magia negra de São Cipriano, que funcionou a 200%.....O Sr Armindo desejava que a sua mulher voltasse para si e contactou o altar de são Cipriano. A sua mulher estava completamente desligada do Sr Armindo e «tocar» no seu coração era já impossível. Entretanto a mulher já tinha abandonado o lar e tinha iniciado uma vida nova. No entanto o altar de são Cipriano aceitou o desafio. Usaram-se de saberes de São Cipriano para realizar poderosa magia negra e Luciferiana para «cortar as pernas» á esposa do Sr. Armindo, e no tempo por Deus marcado a mulher do Sr Armindo teve acidentes de carro, perdeu inexplicavelmente o trabalho, ficou praticamente sem dinheiro nenhum, ficou totalmente desorientada e sem escapatória. A mulher do Sr Armindo chegou mesmo a desabafar, para quem queria ouvir, que estava a pensar em «ir á bruxa», tal era a dose de coisas más que lhe aconteceram. A magia negra celebrada através dos saberes de São Cipriano, resultou a 100% , destruindo totalmente a vida da esposa dele e fechando-lhe as portas a ser feliz com qualquer outro homem.



27

Com o altar de são Cipriano até os resultados mais inacreditáveis são possíveis e as situações mais delicadas são vencidas. O Sr João Paulo desejava muito fazer amor com uma certa pessoa e ter um relacionamento com a mesma. O assunto era difícil pois a pessoa em questão não estava interessada. Mas o assunto era tão mais complicado quanto a pessoa em questão era do mesmo sexo que o Sr João Paulo. Apesar do enorme desafio, o altar de são Cipriano aceitou fazer um poderoso trabalho espiritual de amarração, entregando o assunto aos saberes de São Cipriano. O tormento do Sr João Paulo era grande, e por isso grande foi a luta. Porem, eis que no tempo por Deus marcado o Sr João Paulo confirmou que o seu relacionamento com a pessoa em questão havia melhorado imenso e estava excelente. A pessoa aceitou os convites que lhe foram feitos, a pessoa estava totalmente mansa, a pessoa estava aberta ao Sr João Paulo. Aquilo que parecia totalmente impossível foi vencido pelos saberes de São Cipriano…. e tornou-se possível. Os caminhos que o Sr João Paulo tinha encontrado fechados, foram rapidamente abertos. Assim o Sr João Paulo teve uma oportunidade única de lutar por aquilo que mais desejava. Tal como o sr. João Paulo, também a menina Helena pediu ajuda ao altar de são Cipriano para um caso idêntico com uma pessoa também do mesmo sexo. Uma amarração idêntica foi também realizada para a menina Helena , e igual desfecho assim se verificou. Assim se provou que com os trabalhos espirituais do altar de são Cipriano todas as barreiras, ( até as mais impensáveis), podem a seu tempo ser quebradas. Procure-se por isso com fé e certeza, e não por prazos nem com incertezas….e assim o fruto floresce e é-vos entregue.



28

O Sr Francisco, devido a problemas familiares complicados, já não falava com a sua filha há imensos anos. Procurou ajuda por muitos sítios e gastou fortunas. Todos aqueles que contactou, diziam-se impotentes para ultrapassar o problema devido a fortes trabalhos realizados pela sogra da sua filha. Era uma situação muito dolorosa, tanto mais que o Sr Francisco nem sequer tinha contacto com a sua pequena neta, que nunca chagara a conhecer devido aos problemas que o separaram da filha. O altar de são Cipriano aceitou o desafio, prestando o seu auxílio espiritual a um homem abatido pela dor, desgastado por tantas tentativas falhadas, e «queimado» com tanto dinheiro já gasto sem ver nada acontecer. O problema foi entregue a São Cipriano através de diversas missas esotéricas. O trabalho espiritual decorreu com normalidade tempos passados, o Sr Francisco confirmou que finalmente, no tempo por Deus marcado, a filha entrou em contacto com ele para chegarem novamente á palavra. O caminho que estava fechado há quase 10 anos foi aberto e pelas mãos dos sacerdotes do altar, que entregaram a São Cipriano aquela causa perdida. Através de São Cipriano, foi assim oferecida uma oportunidade ao Sr Francisco para ele reconstruir a sua família novamente.



29

A Dn.a Isabel F andava desesperada pois o seu marido andava distante, frio, ausente e tudo indicava que o seu casamento estava á beira de um colapso. A Dn.a Isabel tinha muita urgência e por isso pagou todo o valor inicial solicitado para a celebração de missas-rituais, pedindo que as coisas andassem o mais rapidamente possível. O altar de são Cipriano realizou intensas missas esotéricas, onde com fé, se intercedeu pelo problema da Dna Isabel. Assim foi, e foi melhor. No tempo por Deus marcado após a celebração dos trabalhos, a Dn.a Isabel viu pelos seus próprios olhos o seu marido mudar «da água para o vinho». O marido enviava mensagens de amor, o marido telefonava-lhe, o marido dizia-se apaixonado, o marido demonstrava ciúmes e o marido revelava mesmo medo de perder a Dn.a Isabel. Os resultados foram visíveis e foi assim oferecida á Dn.a Isabel F. uma oportunidade de reacender o amor e reavivar o seu casamento. Mais um caminho que estava fechado e que foi aberto através de São Cipriano, santo milagreiro.



30

A Dn.a Raquel C. procurou o altar de são Cipriano porque o seu casamento estava á beira do fim. Não havia diálogo com o marido, o marido andava a ver uma outra mulher e tudo parecia terminado. O problema foi entregue ás mãos de São Cipriano, e no tempo por Deus marcado a outra mulher foi afastada da vida do marido da Dn.a Raquel. Assim, tempos passados após a conclusão do auxílio espiritual do altar de são Cipriano, a Dn.a Raquel escreveu:



«As coisas durante este fim-de-semana melhoraram bastante, nós já nos falamos, e ele convidou-me para irmos sair. Fomos e foi bastante melhor. Foi muito agradável. Ele também voltou a dormir na nossa cama. Obrigado».



Mais uma vez, São Cipriano revela-se milagreiro em causas perdidas.



31

O Sr Miguel tinha sofrido uma grande perda, pois a sua esposa tinha-o abandonado. A agressividade era muita, ela só falava de dinheiro e de problemas, ela recusava-se a voltar para casa. O Sr Miguel pediu uma coisa ao altar de são Cipriano. Ele pediu:



«Que seja ela a entrar em contacto comigo, que seja ela a dar a cara, que seja ela a andar atrás de mim. Que ela volte para mim, porque já estou farto de andar atrás dela.»



Embora sendo um complicado retorno de afectos, pois a mulher do Sr Miguel estava muito distante e revoltada, o altar de são Cipriano aceitou o desafio. Um trabalho de amarração bem forte foi feito com recurso a magia negra celebrada através de saberes de São Cipriano. O trabalho foi feito no Altar de São Cipriano através de diversas missas de magia negra, e depois esteve em repouso. Depois de tudo feito, no tempo por Deus marcado a mulher amarrada entrou em contacto com o Sr Miguel. O trabalho de São Cipriano tinha causado tanto problema, tanto contratempo e tanto atraso na vida dessa mulher, que ela, com todos os caminhos bloqueados, foi forçada a virar-se para a ajuda do marido. Eles acabaram jantando, acabaram fazendo amor. Ela ficou mansa e aberta ao Sr. Miguel .O que antes era só raiva e ódio, foi transformado numa grande oportunidade para o Sr Miguel ser feliz. Os trabalhos de São Cipriano podem ajuda-lo, pois são Cipriano é milagreiro mesmo em assuntos desesperados.



32

Sr João Q estava totalmente desesperado. O Sr João Q. ja tinha recorrido a outros mestres, mas sem resultados palpáveis. O Sr João Q estava em grande sofrimento pois a amava imenso uma mulher, amava demais uma mulher que para ele representava a sua vida. Contudo essa mulher terminara tudo com o Sr João Q. e não queria mais sequer ouvir falar no nome dele, não queria mais nem vê-lo á frente. Para piorar ainda mais o pesadelo, a mãe dessa mulher oferecia uma incomum oposição ao relacionamento deles. A mãe dessa mulher lutava com todas as forças para impedir que a sua filha tivesse um relacionamento com o Sr João Q. As discussões, os conflitos, as guerras entre o Sr João Q e a mãe dessa mulher eram constantes. Tudo parecia por isso perdido. O Sr João Q estava desesperado, o Sr Joao Q tinha medo de ser mais uma vez enganado, mas no fim, o Sr Joao Q. ,( independentemente de «conversa fiada» que ouviu e leu por aí….), decidiu confiar no altar de são Cipriano. O Sr João Q. não olhou a meios e pagou as missas e liturgias esotéricas celebradas no altar de são Cipriano. Em troca, o altar de são Cipriano também não olhou a meios e fez o melhor dos melhores, celebrando intensas missas esotéricas a São Cipriano. E tanto foi, que tempos idos então no tempo por Deus marcado a mulher em questão a mulher amada pelo Sr João Q confessou todo o seu amor por ele, a mulher amada pelo Sr João Q defendeu-o perante a mãe e assumiu frontalmente o amor de ambos. A mesma mulher que não queria mais ver o Sr João Q. acabou fazendo amor com ele e a reconciliação aconteceu. Melhor que isso, a mae dessa mulher, a mesma que nunca aceitou o relacionamento da sua filha com o Sr Joao Q, mudou da água para o vinho e decidiu dar uma oportunidade ao Sr Joao Q. Assim, o Sr Joao Q. escreveu dizendo:



« quero agradecer (…) imenso pois as coisas entre mim e ela nunca estiveram tão bem».



O Sr Joao Q. confiou no altar de são Cipriano e entregou com fé o seu tormento ao Altar de São Cipriano. Em troca, o Sr João Q. teve tudo aquilo que mais desejava na sua vida. Todas as portas da felicidade se abriram ao Sr Joao Q. , para que ele pudesse aproveitar e agarrar essa nova vida que lhe foi oferecida. São Cipriano, é por tudo isso um santo atestadamente milagreiro.



33

A Sr.a Carla P estava desesperada. A sua situação financeira era insuportável, ela estava mesmo a pontos de ter de vender a sua casa. A Dn.a Carla P. pediu ajuda ao altar de são Cipriano. O altar de são Cipriano usou de poderosa magia negra, celebrada através de missas esotéricas dedicadas a São Cipriano e aos espíritos infernais comandados pelo santo. Passado algum tempo, a Sr.a Carla confessa ao altar de são Cipriano que apareceu na vida dela um homem maravilhoso, um homem pelo qual ela estava apaixonada, um homem que também estava apaixonadíssimo pela Sr.a Carla P., um homem riquíssimo e que era a salvação de todos os problemas financeiros da Sr.a Carla P. Assim através de São Cipriano, abriu-se um caminho, não só de solução financeira, como de felicidade pessoal. No tempo por Deus marcado , o caminho foi desbloqueado, para que quem quer aproveite essa oportunidade. São Cipriano, pode ajudar de forma milagreira e expedita.



34

A Sr.a Fernanda estava desesperada. Ela amava um homem que contudo tinha outra mulher, e a situação estava-se perpetuando para seu grande tormento. Ela recorreu aos serviços do altar de são Cipriano, que realizou uma poderosa feitiçaria, selada em Missas esotéricas dedicadas a São Cipriano, e despachada segundo preceitos de magia negra de São Cipriano. Pois em pouco tempo, a Sr.a Fernanda informou o altar de são Cipriano que o homem em questão começou a telefonar bem mais do que antes, e mesmo aos fins-de-semana, ligando constantemente, coisa que não sucedia. Ao mesmo tempo, ela confirmou que violentas discussões estavam ocorrendo entre o homem e a outra mulher, sendo mesmo que doenças familiares, (que já existiam, mas que com o trabalho começaram a agravar-se), iam destabilizando esse outro relacionamento. Simultaneamente, a sr.a Fernanda também confessou que o homem começou a ficar bem mais meigo, e muito mais apegado a ela. O trabalho espiritual do altar de são Cipriano, conforme encomendado, no tempo por Deus marcado criou todas as condições para que a Sr. Fernanda pudesse agarrar as oportunidades criadas e ser feliz. São Cipriano, revelava assim e mais uma vez, a força dos seus milagres.



35

A Sr.a Tania L sentia o seu homem distante e frio. Mais uma vez uma relação caminhava a passos largos para um fim doloroso. O altar de são Cipriano aceitou realizar um trabalho de união através dos saberes de São Cipriano , e tudo mudou. A Sr.a Tania escreveu ao altar de são Cipriano, informando que depois do trabalho o seu amado estava novamente atencioso, simpático e apegado. No tempo por Deus marcado , mais uma porta que se abriu através de São Cipriano, mais uma oportunidade oferecida a quem estava sem mais esperança através dos milagres do santo.



36

O Sr Sergio perdera a sua namorada para um mestre de artes marciais. A sua namorada, entrando por comportamentos menos próprios, acabou envolvendo-se assim com um homem mais numa relação oculta e pouco clara. O Sr Sérgio desejava que ela abandonasse os desportos de luta, queria que ela abandonasse aquele homem, contudo ela recusava-se faze-lo. O Sr Sérgio queria o amor e queria ser feliz e por isso procurou o altar de são Cipriano. O altar de são Cipriano aceitou a missão. Tempos após o trabalho estar decorrendo no Altar de São Cipriano , a rapariga sofreu uma pesada derrota num torneio, chegando a ir parar ao hospital vertendo sangue. O trabalho espiritual feito através de São Cipriano, entrava com toda a força na vida daquela rapariga. No entanto, o Sr Sérgio vendo que apesar do trabalho do altar de são Cipriano ser devastador, contudo a rapariga não alterava as suas condutas pouco sérias, acabou consequentemente vendo pelos seus olhos que a rapariga na verdade não merecia todo o seu dedicado amor e tanto sofrimento que ele estava passando. Por isso, São Cipriano fez imediatamente aparecer uma nova mulher na vida do Sr Sérgio, uma mulher meiga, dedicada, sincera, de bom coração e que merecia todo o amor do Sr Sérgio. O Sr Sérgio soube reconhecer a porta que São Cipriano abriu e aceitou esse novo amor na sua vida. No tempo por Deus marcado, o Sr Sérgio encontrou assim a felicidade que nunca teve e a paz de espírito que julgava ter perdido para sempre. Por vezes os trabalhos espirituais do altar de são Cipriano acabam abrindo as mais inesperadas portas e desbloqueando os mais imprevisíveis caminhos e, quem sabe aproveitar esses caminhos e entrar por essas portas, encontra aquilo que julgava impossível: uma felicidade enorme e de verdade.



37

A sr.a Vera L. estava longe de Portugal, sofrendo de amor e perdida num mar de dúvidas, confusão, depressão e infelicidade, sem saber que rumo dar á sua vida. A sr.a Vera L. contactou o altar de são Cipriano e expôs-lhe o seu caso, pedindo-lhe ajuda. No altar de são Cipriano foi realizado um trabalho de auxilio espiritual, depositando-se assim o assunto ás mãos de São Cipriano. Tempos depois e decorridos, eis que homem fantástico entrou na vida de sr.a Vera L, um homem como ela sempre sonhou e que a deixou felicíssima. A Sr.a Vera L. encontrou assim uma porta aberta para a felicidade, um caminho aberto para o amor, uma oportunidade para ter uma vida cheia de calor, atenção e carinho. Mais uma vez, no tempo por Deus marcado ,os trabalhos místicos feitos com fé em São Cipriano, desbloqueiam caminhos e concedem oportunidades que cada um pode e deve agarrar com todas as forças. Mais uma vez, São Cipriano concedeu a mais uma pessoa a felicidade tão desejada.



38

O Sr. Luís P estava procurando a felicidade, pois tudo parecida errado na sua vida. O amor não acontecia, e cada relacionamento era um fracasso. Tudo que o Sr Luís queria era ser feliz. O sr Luís pediu ajuda ao altar de são Cipriano. O altar de são Cipriano aceitou a missão e fez um forte trabalho através de missas esotéricas celebradas no Altar. O trabalho acabou revelando que havia um grande mal na vida do Sr Luís P., mas o altar de são Cipriano lutou ao longo de muito tempo contra o bloqueio que havia na vida do sr Luís P.

E como grande foi a luta, grande foi o resultado. O Sr Luís P. acabou escrevendo ao altar de são Cipriano, dizendo:



«È com grande prazer que lhe venho agradecer por tudo que fez por mim. Estou feliz como nunca julguei possível. Encontrei a mulher da minha vida, a mulher com que sempre sonhei, e estou vivendo a melhor coisa da minha vida. Nem quero acreditar que isto me esta a acontecer. Obrigado».



Mais palavras para quê????? No tempo por Deus marcado , as obras de São Cipriano manifestam-se verdadeiramente milagreiras.



39

A Sr.a Cristina M. sentia o seu marido ausente, ele estava frio como gelo e falando de separação. A Sr.a Cristina M. procurou a ajuda do altar de são Cipriano e o trabalho foi aceite. Assim foi feito um forte trabalho de amarração segundo saberes de São Cipriano. E assim foi feito, e assim aconteceu. No tempo por Deus marcado o marido da Sr.a Cristina M. começou a confessar que estava com um enorme desejo sexual pela Dn.a Cristina M. Assim o confessou e assim o fez, e ambos fizeram amor. O gelo e a frieza do marido da Sr.a Cristina M. foram quebrados e o casal foi novamente unido. Onde antes havia repulsa passou a haver atracção, onde antes havia rejeição passou a haver desejo, onde antes havia frieza passou a haver interesse, onde antes havia afastamento passou a haver paixão. O mesmo homem que fugia, foi o mesmo homem que voltou louco de desejo e doido de paixão, para se deitar com a Dn.a Cristina M. A porta desse amor estava fechada, e a porta desse amor foi aberta. No tempo por Deus marcado ,o caminho foi desbloqueado, para que a Dn.a Cristina M. pudesse aproveitar a oportunidade que lhe foi oferecida e reconquistar o seu marido.



40

A Sr.a Teresa estava apavorada. A sua filha era tratada de forma brutal pelo seu genro. Lamentáveis cenas de violência doméstica repetiam-se impunemente. Para piorar ainda mais o pesadelo que a Sr.a Teresa estava vivendo, a sua filha estava incompreensivelmente agressiva para consigo, quando antes havia entre mãe e filha uma estimada amizade. Ao mesmo tempo, o seu neto estava sendo privado de conviver como sempre fizera com os avos e assumindo atitudes estranhíssimas de rejeição á Dn.a Teresa. A Sr.a Teresa procurou a ajuda do altar de são Cipriano. O altar de são Cipriano aceitou o caso, havendo sido celebradas dezenas a dezenas de missas esotéricas no Altar de São Cipriano, Pois uma vez realizado o trabalho, no tempo por Deus marcado começaram-se a sentir as diferenças…. O neto passou a conviver normalmente com os avos. A filha ficou serena, mansa e aberta para com a Sr.a Teresa, restabelecendo-se a amizade que sempre houve entre mãe e filha. Dias depois, um terrível acidente atingiu o seu genro, fazendo-o pagar por todo o mal que ele fez á filha da dn.a Teresa. Assim, são Cipriano não falhou nem numa única vírgula. Os saberes infernais de São Cipriano, são temíveis e poderosos.



41

O Sr Nuno P desejava desapegar e destruir o seu conjugue, ao mesmo passo que queria realizar uma amarração á mulher que amava. A sua vida matrimonial apenas se manteve durante muitos anos devido aos filhos, contudo a vida de casado era um inferno que o Sr Nuno já não mais podia suportar. O Sr Nuno encomendou um trabalho de magia negra ao altar de são Cipriano para causar desgraça e desapego na sua mulher, ao mesmo tempo que amarrando a si a mulher na qual ele tinha recentemente encontrado o amor. O assunto foi assim entregue ao Altar de São Cipriano, dedicando-se ao santo dezenas de missas, com fé e devoção. Pois no tempo por Deus marcado tudo se realizou. A esposa do Sr Nuno foi acometida de uma grande e acidental desgraça que a lançou para o hospital, ao mesmo tempo que a mulher amada se abriu aos desejos do Sr Nuno. Não fosse o Sr Nuno ter falhado no cumprimento das instruções do altar de são Cipriano, e resultados teriam sido ainda mais avassaladores.



42

A Dn.a Helena P. estava desesperada. O homem que amava fugia-lhe, não assumia o amor deles, limitava-se a passar bons momentos para depois desaparecer sem assumir quaisquer responsabilidades. Pior: o homem que a Dn.a Helena amava tinha uma namorada que insistia em se intrometer no caminhos dela. A Dn.a Helena decidiu contactar o altar de são Cipriano e entregar-lhes o seu problema. Confiou sem reservas nem duvidas, e em troca viu resultados espantosos. Celebraram-se dezenas de missas esotéricas no Altar de São Cipriano, invocando em nome do Santo e Bruxo, poderosíssimas forças espirituais.

Assim, no tempo por Deus marcado o homem que ela ama sofreu incontáveis tormentos e complicações. Tanto aconteceu, que ele acabou ficando manso e aberto ás investidas da Dn.a Helena. A namorada dele, nesse mesmo período de tempo, foi acometida de uma grave doença cerebral e para reforçar o inferno, foi atropelada. Com tanta desgraça o namoro acabou e passados alguns meses, o mesmo homem que fugia de Dn.a Helena estava encantado com a ideia de adquirirem casa e terem uma vida comum. O poder dos trabalhos segundo são Cipriano, são por vezes tão milagreiros, como temíveis.



43

A Dn.a Elvira estava desesperada por causa da sua filha. A sua filha amava imenso um rapaz, contudo surgiu uma ruptura no relacionamento deles que tinha afastado completamente o namorado da sua filha. A filha da Dn.a Elvira estava em grande sofrimento e os tormentos daquela sua família estavam sendo insuportáveis. O rapaz não queria sequer ouvir falar no nome da filha da Dn.a Elvira, o rapaz recusava sequer qualquer contacto. O fim daquele namoro parecia uma realidade inultrapassável, parecia que tudo tinha chegado a um ponto final irreversível. A Dn.a Elvira contactou o altar de são Cipriano e pediu ajuda. A Dn.a Elvira tinha receio, pois antes de contactar o altar de são Cipriano tinha encomendado um outro trabalho que não tinha resultado em nada, mesmo nada. O altar de são Cipriano aceitou o desafio. O assunto foi entregue ao Altar de São Cipriano, onde se trabalhou arduamente na celebração de missas esotéricas, e depois pediu que fossem executadas certas instruções. Pois assim feito então no tempo por Deus marcado o problema estava resolvido. O rapaz voltou a contactar a filha da Dn.a Elvira, o casal de namorados teve longas conversas e momentos juntos e tudo ficou aberto para o novo inicio de um relacionamento. No tempo por Deus marcado , onde antes havia um rapaz eu não podia nem ouvir falar no nome da filha da Dn.a Elvira, passou a haver um rapaz manso e aberto aos avanços da filha da Dn.a Elvira, abrindo-se assim uma porta para o reatamento de uma relação, abrindo-se uma porta que antes estava completamente fechada. Os milagres de São Cipriano, advindos do Altar de São Cipriano, são por isso incontáveis e atestados pelos factos.



44



A Sr.a Marlene A. Sofria imenso pois o homem que ama estava sendo afastado dela por uma situação muito complicada. Uma outra mulher tinha entrado na vida do seu homem, ao passo que falsos amigos e companhias erradas estavam fazendo a cabeça desse homem, cavando um fosso entre a Sr.a Marlene e o seu amado. O trabalho do altar de são Cipriano foi árduo e longo, pois entre a Sr.a Marlene e o seu amor estavam imensas pessoas. Demorou algum tempo e um reforço, mas findo o trabalho do Altar de São Cipriano, a sr.a Marlene escreveu agradecendo.

Como ela mesma confessou pelas suas palavras com grande felicidade, a outra mulher foi afastada da vida do seu homem, ao passo que as más companhias também foram tiradas do caminho dela. O altar de são Cipriano conseguiu, nunca desistindo do trabalho e lutando espiritualmente contra tantos opositores a esta problema, ajudar a Sr.a Marlene A. a encontrar a felicidade.

No tempo por Deus marcado , São Cipriano mais uma vez operou uma vitória onde antes apenas havia derrota.





45



A Sr.a Cristina L.S. estava desesperada, pois morava em casa da sua mãe e dentro dessa mesma casa, junto com a sua mãe, morava uma rapariga que era uma verdadeira praga, uma verdadeira peste, uma mulher que envenenava a harmonia do lar causando grandes discussões e tormentos. A Sr.a Cristina não aguentava mais esta situação e queria desesperadamente que aquela rapariga saísse da casa da mãe e parasse de atormentar a vida dela. No entanto, a mãe da Dn.a Cristina gostava muito da rapariga e , sendo a dona da casa, isso impedia que aquela problemática mulher abandonasse aquele lar pelo seu próprio pé, coisa contra a qual a Dn.a Cristina pouco podia fazer. O altar de são Cipriano aceitou este trabalho sem hesitar, conduzindo missas e rituais de intercedência a favor a Dn. Cristina Assim, no tempo por Deus marcado a rapariga estava fora de casa da Sr.a Cristina, e a paz no lar voltou a imperar. Não apenas isso, como se abriu a porta a uma nova felicidade na vida amorosa da Dn.a Cristina.





100 RELATOS VERIDICOS

100 casos reais

100 prodígios reais

100 testemunhos verídicos

Pagina 2 de Relatos Verídicos







46



A Dn.a Cláudia O. estava desesperada, pois o amor da sua vida tinha-a abandonado e há meses que não respondia ás suas chamadas, não respondia aos seus e-mails e dizia para quem queria ouvir que não queria sequer ouvir o nome da menina Cláudia. O altar de são Cipriano aceitou o trabalho e fez uma poderosa amarração segundo os saberes de São Cipriano.

O trabalho foi duro, pois a Dn.a Cláudia não seguiu todas as instruções que o altar de são Cipriano tinha ditado, o que atrasou os resultados. No entanto, no tempo por Deus marcado ,passados tempos de silêncio e negações, o reencontro aconteceu. Não só isso, como o espírito do rapaz foi «tocado» e ele voltou a ser meigo e simpático com era no passado. A Dn.a Cláudia viu o rapaz mudar a olhos vistos, ficando manso e aberto e abrindo por ele mesmo uma porta ao futuro daquele amor. Muito esforço foi empenhadamente investido pelo Altar de São Cipriano, apesar dos erros da Dn.a Cláudia, e no fim, as portas ao amor foram abertas, criando uma oportunidade que até ali era impossível e impensável.





47



A Dn.a Isabel A. amava um homem, contudo esse homem tinha uma outra mulher. Essa outra mulher muitas humilhações e tormentos causou á Dn.a Isabel. Sofrendo e com sede de justiça e vingança, a Dn.a Isabel contactou o altar de são Cipriano , que aceitou o trabalho e a missão era punir aquele terrível mulher que tantos sofrimentos havia causado. Assim, no tempo por Deus marcado a mulher em questão sofreu um terrível acidente de carro. Do carro não restou nada que se aproveitasse, e a mulher podia ter morrido. Isso foi a vingança mostrada aos olhos da Dn.a Isabel, foi uma porta aberta para os tormentos pessoais que aquela mulher de mau coração sofreu. Vingança foi encomendada, e com a justiça de são Cipriano a vingança foi entregue sem hipótese de escapatória. Os saberes de são Cipriano são capazes, tanto do maior bem, como da mais terrível retribuição.





48



O Sr Carlos G. amava demais uma mulher, desejava demais uma mulher. Amava essa mulher profundamente, mas sofrendo em silêncio, pois um problema pessoal impedia essa mulher de aceitar um relacionamento mais íntimo e de forma totalmente aberta, de coração totalmente aberto. A mulher que o Sr Carlos desejava não se conseguia entregar totalmente, e aquele amor parecia impossível. O sr Carlos sofria de paixão, o Sr Carlos sofria de desejo, O Sr Carlos perseguia aquele sonho de mulher há 8 anos, havendo consultado outros mestres e feito outras amarrações, contudo sem sucesso. O Sr Carlos trouxe o problema ao altar de são Cipriano. O altar de são Cipriano explicou que tratando-se de uma situação muito delicada, seria uma conquista difícil. No altar de são Cipriano, fez-se um trabalho de amarração, entregando o assunto ás mãos de são Cipriano, celebrando-se poderosas missas esotéricas para fins amorosos, sendo que afinal obteve-se total sucesso. No entanto, um incumprimento da parte do Sr Carlos deitou tudo a perder. O Sr Carlos admitiu ou seu erro, e solicitou um segundo trabalho ao altar de são Cipriano. Realizou-se então um segundo trabalho. Foi um trabalho duro, em que alguns erros do Sr Carlos atrasaram os resultados. Entre os dois trabalhos, decorreram longos e longos tempos. No entanto, ao longo de todo esse tempo, o Sr Carlos agiu sempre com grande amizade, elegante cordialidade e total fé no trabalho do altar de são Cipriano. E assim, todos os possíveis e impossíveis foram feitos para conseguir um bom resultado, um resultado que o altar de são Cipriano verdadeiramente tinha um gosto pessoal em apresentar ao Sr Carlos, por ele ser uma pessoa que, apesar de tantas adversidades, apesar de contratempos, apesar de tantos revezes, apesar de tanto tempo de luta, nunca desistiu, nunca duvidou nem um segundo da honestidade do trabalho feito, nunca sequer vacilou perante os esforços feitos, manteve sempre uma inabalável fé nos resultados sem sequer discutir, sempre acreditando. Findo o trabalho, eis que os resultados estavam lá. No tempo por Deus marcado , o Sr Carlos escreveu dizendo que o inacreditável tinha acontecido. Escreveu dizendo:



«A mulher anda maluca por mim, não me larga»; «Eu digo “deita”, e ela deita, eu digo “levanta” e ela levanta (…) Agora, tudo mudou e é ela que quer estar sempre comigo, coisa que nunca tinha acontecido.»



Os resultados foram esmagadores. Todos os desejos do Sr Carlos estavam finalmente ali, diante dos seus olhos, e foi este o momento em que depois de tempos e tempos de árduos procedimentos, se provou que São Cipriano pode abrir as portas que nunca antes ninguém conseguira abrir.





49



A Sr.a Maria A. estava sofrendo de graves problemas financeiros e profissionais sua vida .Por isso, a Sr.a Maria A. contactou o altar de são Cipriano com a finalidade de se livrar de tantos problemas e de ter uma vida novamente próspera. O altar aceitou o desafio e realizou um trabalho de abertura de portas á boa sorte, para que a Sr.a Maria A. pudesse ultrapassar todos os problemas que estavam a bloquear a sua felicidade. O trabalho foi feito. No entanto, verificou-se que o trabalho foi obstruído por condutas que a Sr.a Maria A. optou por realizar, ( contra as recomendações expressas do altar de são Cipriano), e que, atrasaram os resultados tão desejados pela Dn.a Maria A.

Contudo, e apesar de todos os obstáculos, o altar não desistiu e realizou todos os esforços para que o trabalho tivesse o devido sucesso. Passados tempos, a sr.a Maria A. contactou o altar de são Cipriano, agradecendo por tudo o que este fez e confessando que: 1- já estava num posto de trabalho melhor que aquele que possuía antes de contactar o altar; 2- a sua vida financeira, ao contrario do que sucedia antes de falar com o altar, estava finalmente a orientar-se; 3- tinha recebido excelentes propostas de trabalho e tinham-se assim aberto oportunidades financeiras que antes não existiam. O trabalho do altar de são Cipriano mais uma vez demonstrou que, quando alguém se entrega de corpo e alma, não interessa o tempo nem o prazo…. mas sim o resultado. E nesse caso, quando as pessoas estão interessadas não em prazos mas em resultados verdadeiros e fortes, o resultado da ajuda espiritual de São Cipriano aparece em força, oferecendo tudo aquilo que a pessoa deseja.





50



O Sr, Filipe M. procurou a ajuda do altar de são Cipriano porque a sua esposa o tinha abandonado e não queria mais nada com ele. O altar de são Cipriano fez o seu trabalho espiritual, trabalho forte e feito com toda a força da magia negra. Assim feito o trabalho, no tempo por Deus marcado 5 resultados começaram a revelar-se. E eis os resultados: 1- a sua esposa confessou chorando, que toda a sua vida lhe corria mal; 2- a sua esposa teve um acidente com o carro; 3- A sua esposa acabou por concluir e disse ao Sr. Filipe M. que só estava com o seu actual companheiro por pena dele; 4- A sua esposa deixou de dormir com o actual companheiro; 5- A sua esposa ficou calma, serena, e receptiva ao Sr. Filipe M.



Em resumo: Ou seja, a devoção e a entrega a são Cipriano alterou uma situação em que a esposa do Sr. Filipe M. não o queria ver mais, para uma situação em que a esposa do Sr. Filipe M. foi separada do seu amante, a esposa do Sr. Filipe M. foi levada a ver que não amava o seu amante, a esposa do Sr. Filipe M. foi separada do seu amante, a esposa do Sr. Filipe M. sofreu contratempos e revezes que a deixaram completamente mansa, a esposa do Sr. Filipe M. ficou totalmente á mão do Sr. Filipe M.

No tempo por Deus marcado, são Cipriano transformou uma mulher decidida a divorciar-se, numa mulher totalmente quebrada, numa mulher fragilizada e confusa, numa mulher totalmente vergada, numa mulher aberta a receber o seu marido de volta.



51

O Sr Ricardo M. ama demais uma mulher que tinha acabado tudo com ela. Ela estava com outra pessoa, e segundo o Sr Ricardo M ela nao aceitava nem morta a hipótese deles voltarem a ficar juntos. A mulher que o Sr Ricardo M. ama tinha-se separado dele e todos os amigos comuns a ambos eram unânimes em dizer que estava tudo acabado pois aquela mulher estava nos braços de outro homem e não ia nunca mais voltar atrás na decisão dela. O Sr Ricardo M fez inúmeras tentativas para estar com ela, mas a verdade é que ela repudiava de tal forma e Sr Ricardo que uma reconciliação parecia impossível. O Sr Ricardo chegou mesmo a dizer que parecia que ela se tinha transformado noutra mulher, que não era mais a mesma pessoa. O Sr Ricardo pediu ajuda ao altar de são Cipriano, o Sr Ricardo pagou sem demoras as missas esotéricas recomendadas e o auxílio espiritual logo começou. O Sr Ricardo soube esperar o tempo que era preciso, o Sr Ricardo soube manter a calma e serenidade que eram devidas, O Sr Ricardo teve a força espiritual e fé, o Sr Ricardo seguiu sem falhas nem desvios todas as instruções que o altar lhe deu. E assim sendo, tempos passaram e porem Sr Ricardo reencontrou a sua amada. Pois para seu espanto, ela estava totalmente diferente. O Sr Ricardo disse:

«Ela parecia novamente a mulher que eu conheci, meiga e doce..E todos á nossa volta ficaram espantados com a alteração que antes julgavam ser impossível.»

Um novo caminho foi aberto, onde antes não havia nada senão um grande deserto de desprezo, de frieza e de distância. Por tempos e tempos, essa mulher não queria ver a cara do Sr. Ricardo M, ela não queria ouvir nem uma palavra dele, ela não queria saber dele. E depois do trabalho do altar de são Cipriano, no tempo por Deus marcado tudo mudou e essa mulher abriu-se ao Sr Ricardo, essa mulher ficou mansa e onde antes havia uma porta fachada a ferros, agora há uma porta aberta que o Sr Ricardo M. pode usar para entrar e ser feliz.



52

Sr.a T., (de naturalidade brasileira), amava demais um homem que não queria mais saber dela. não havia nada entre ambos, e a separação ja ocorrera há bastante tempo, pelo que parecia bem difícil recuperar um amor que parecia perdido para sempre. A Sr.a T já tinha tentado fazer alguns trabalhos para recuperar os afectos desse homem, mas sempre sem sucesso. Já desesperada e sem saber o que fazer, a Sr.a T. encomendou uma amarração ao altar de são Cipriano, que aceitou sem demoras o desafio de, com a ajuda dos saberes de São Cipriano, reabrir o coração a um homem que já não queira ver a Sr.a T «nem pintada de ouro». Pois no tempo por Deus marcado, o homem que nunca mais tinha querido saber da Sr.a T, o homem que desapareceu para sempre da vida da Sr.a T, o homem que tinha sumido para sempre da vida da Sr.a T, esse mesmo homem tinha inacreditavelmente telefonado para ela, tinha procurado a sua pessoa, tinha voltado a falar com ela e reatar contacto. Ele assim telefonou á Sr.a T, coisa que nunca antes tinha sucedido. Pois no tempo por Deus marcado , o homem estava aberto, o homem estava com saudade, o homem estava com a cabeça feita na Sr.a T, o homem estava manso e pronto para ser reconquistado. E assim: no tempo por Deus marcado ,onde antes nada havia senão frieza, o altar de são Cipriano fez reflorescer saudade e dialogo, que são as portas abertas ao amor eterno, se foram sabiamente usadas.



53

A Dn.a Rita S. queria demais que o homem da sua vida e pai do seu filho voltasse para si, pois o relacionamento deles terminou de forma inexplicável. A Dn.a Rita descreveu um quadro negro ao altar de são Cipriano, pois os obstáculos ao sucesso deste trabalho eram imensos: o amado da Dn.a Rita estava muitas vezes longe dela por longos períodos de tempo; o amado da Dn.a Rita ja tinha um outro relacionamento e outra mulher na vida dele; O amado da Dn.a Rita morava agora longe da mesma; O amado da Dn.a Rita estava totalmente frio para com ela. Em resumo: basicamente o homem não queria saber dela nem por nada deste mundo. Pois então o altar de são Cipriano começou o seu trabalho.

Passados tempos a Dn.a Rita notou uma diferença no seu amado, pois ele começou a falar-lhe muito bem a enviar-lhe beijinhos, coisa que desde há meses nunca mais tinha feito e que agora estava a fazer novamente. E tempos decorridos sobre o trabalho estar em curso, a Dn.a Rita informou o altar que o homem estava calmo, gentil, amigo e manso para com ela. E mais um sucesso ocorreu com os trabalhos do altar de são Cipriano: onde antes havia um homem que não queria mais ver a cara da Dn.a Rita um homem agressivo, um homem indiferente, um homem frio e distante, agora estava um homem alterado, um homem aberto, um homem gentil, um homem amigo, um homem manso. No tempo por Deus marcado , o trabalho do altar, feito através do poder de São Cipriano, vergou o homem e deixou-o aberto ás investidas da Dn.a Rita, para que ela pudesse assim trabalhar para recuperar o seu amor antes perdido, e agora novamente na vida da Dn.a Rita. Não fosse a Dn.a Rita ter incumprido em certas instruções do altar de são Cipriano, e os resultados daquele trabalho teriam sido ainda mais esmagadores.



54


A Sr.a Célia P. sofria pois um grande afastamento entre ela e o seu amado estava causando grande tormento na vida dela. A Sr.a Célia P. desejava que o seu amado ficasse um pouco mais manso, ao mesmo tempo que desejava que ele se reaproximasse dela. O altar de são Cipriano executou o seu trabalho espiritual, no tempo por Deus marcado os resultados foram claros. A Sr.a Célia escreveu confessando os resultados do trabalho feito. Logo num primeiro momento, ela viu que o seu amado já andava atrás dela; num segundo momento, ela viu que houve uma calorosa reaproximação entre ambos e que, sexualmente o relacionamento ficou bem bom; e finalmente, num terceiro momento, ela confirmou que as coisas em casa da Sr. Célia P. melhoraram a olhos vistos. Invocando-se o auxílio de São Cipriano através dos mais secretos saberes místicos, conseguiu-se amansar o homem, conseguiu-se faze-lo ficar com saudade e cheio de desejo pela Dn.a Célia, conseguiu-se que o ambiente entre ambos melhorasse bastante.



55

A Sr.a Dulce P. desejava ardentemente exercer a sua profissão, para a qual tinha estudado ao longo de 4 anos e pela qual tinha feito grandes sacrifícios. No entanto, ela tentava e tentava e nenhuma porta se abria. Após tanto tempo tentando, já parecia impossível que alguém estivesse sensível ao problema da Dn.a Dulce P, e parecia impossível que alguém alguma vez fosse dar uma hipótese de trabalho á Sr.a Dulce p. A Sr.a Dulce P. contactou o altar de são Cipriano e depositou nele todas as suas esperanças. Esperanças que ao fim de tanto tempo de portas fechadas apos portas fechadas , estavam completamente arruinadas. Após grande luta e esforço por parte do altar, que trabalhou incansavelmente para ajudar a sua cliente, a Sr.a Dulce P. foi finalmente chamada a uma entrevista para o trabalho que ela sempre sonhou. Melhor ainda, e mais impossível ainda, não só o trabalho que ela sempre sonhou e que sempre lhe negaram, como ainda por cima, situado no local geográfico que ela queria. Nunca antes tal tinha sucedido, e ela já perdera toda a esperança. Mas após o trabalho do altar de são Cipriano ter aberto aquela porta que antes sempre esteve fechada, ela escreveu dizendo:

«Um grande Bem Haja para si e para o seu esforço ,empenho e todo o seu trabalho.Obrigada por ajudar as pessoas e conseguir fazer com que elas sejam felizes e se tornem em pessoas realizadas. Muito atentamete...DULCE P.»

No tempo por Deus marcado, a Dn.a Dulce estava finalmente com as portas abertas a poder trabalhar na área que tanto ama.



56

A Sr.a Lídia M. desejava demais um homem que muito amava. No entanto o seu amado era um homem casado, e por isso o amor teimava em falhar na vida da Sr.a Lídia . O homem que ela amava tinha terminado tudo com a Sr.a Lídia M., e por isso ela estava desesperada e precisava que ele regressasse á sua vida. Assim, . A sr.a Lídia M. escreveu ao altar de são Cipriano pedindo-lhe ajuda. O altar de são Cipriano consultou sobre o problema e aceitou prestar a sua ajuda espiritual ao assunto. Os resultados foram claros. O trabalho foi feito, no tempo por Deus marcado o homem que a Sr.a Lídia M. ama regressou á sua vida. Assim, eis que homem que ela ama estava telefonando á mulher dele, declarando que a ia deixar em troca da Sr.a Lídia M. Os resultados foram por isso fortíssimos: 1- trazendo de volta um homem que tinha partido; 2- colocando na cabeça desse homem a ideia da separação total com a esposa dele. As portas á felicidade foram assim abertas, e não fosse cometer erros com as instruções do altar, os resultados da Sr.a Lídia M. teriam ido ainda mais longe, se é que isso é possível.



57

A Sr.a Cármen S tinha perdido o amor da sua vida e estava verdadeiramente abatida e desesperada. O altar consultou sobre o seu problema, de forma a ver se podia ajudar a Sr.a Cármen. Vendo que era possível, o altar de são Cipriano aceitou tratar do assunto, e deu inicio a um poderoso trabalho de magia negra. Assim, tempos decorridos depois do trabalho estar feito, a Sr.a Cármen escreveu confessando:

« Já ando outra vez com ele!»

No tempo por Deus marcado ,os resultados foram ainda mais fortes. A Sr.a Cármen escreveu mais uma vez, confessando que ela e o seu amado estavam «muito felizes», e ele estava finalmente a caminho de a apresentar á família e oficializar o relacionamento. De um homem que não queria mais saber da Sr.a Cármen, o seu amado estava transformado num homem dedicado e com intenções serias. Mais uma vez o altar, ( por muito que digam o contrario com difamações por parte daqueles que invejam o trabalho feito com São Cipriano, porque não conseguem fazer igual), venceu e conquistou mais uma vitoria, alterando o rumo de vida de mais uma pessoa. O poder milagreiro de São Cipriano é por demais evidente.



58

A Dn.a D. vivia na Madeira, e escreveu ao altar de são Cipriano porque tinha um grave problema pessoa. A Dn.a D. da Madeira, explicou ao altar de são Cipriano que desejava ardentemente afastar uma pessoa do seu caminho, uma vez que essa pessoa de má-fé apenas lhe tinha causado grandes dissabores familiares. A Dn.a D. contactou o altar com a finalidade de fazer afastar de vez aquela pessoa da vida dela e da família dela. O altar de são Cipriano face a todos os problemas que a Dn.a D tinha sofrido devido a essa pessoa mal intencionada, aceitou realizar um fortíssimo trabalho de afastamento segundo saberes de São Cipriano. Pois assim feito, no tempo por Deus marcado assim sucedeu na defesa da Dna D., e assim ela contactou o altar, confirmando que sucedera um problema familiar e que, finalmente a pessoa indesejável estava totalmente afastada da vida dela. Mais uma vez, com resultados fortes através dos saberes de São Cipriano, a vida de mais uma pessoa foi ajudada




59

O altar de São Cipriano não para de receber mensagens de pessoas agradecidas pelo seu trabalho. Uma delas, para exemplificar o poder do trabalho do altar, segue conforme a citação:


«não podia deixar de agradecer o que o sr fez por mim. ha uns meses atrás solicitei um trabalho de amarração, e tudo o que eu queria acabou por se realizar. Graças a si hoje sou novamente feliz. O meu muito obrigado!
A.G- Évora»

São Cipriano, continua operando milagres por todo o mundo, todos eles semeados na fé, e florescidos no tempo por Deus marcado.



60

O sr. José A. procurava ajuda para o seu filho, um excelente futebolista que contudo entrou numa maré de má sorte e que não conseguia arranjar emprego em nenhum clube. Tudo estava a correr mal na vida do filho do Sr José A., e assim, desesperado, o Sr. José A. procurou a ajuda do altar de são Cipriano. O altar não hesitou em aceitar o assunto, pois já tinha ajudado imensos futebolistas na mesma situação, e sempre com sucesso. O Sr. José confiou no altar de são Cipriano apesar de muita calunia e difamação sobre altar correr na Internet. No tempo por Deus marcado , eis o auxilio espiritual clamado a são Cipriano, e eis que os resultados foram esmagadores. O Sr. Jorge A. escreveu confessando que o seu filho tinha obtido um contrato com um clube de futebol Inglês. Assim, os caminhos que antes estavam fechados foram abertos, e se antes do trabalho do altar de são Cipriano o filho do Sr. José A. não conseguia emprego em nenhum clube de futebol, depois do trabalho do altar o filho do Sr. José A. encontrou emprego num clube de futebol inglês, abrindo-lhe assim uma oportunidade para demonstrar o seu talento e poder vencer na vida.



61

A Sr.a J contactou o altar de são Cipriano porque estava em tormentos. Na verdade ela tinha 2 problemas: o homem que amava não estava com ela assumidamente, ao passo que ele tinha um terrível vicio que ela desejava que ele abandonasse. O altar de são Cipriano aceitou o trabalho, e meteu mãos á obra. No tempo por Deus marcado, a Sr.a J. assim observou suceder: o homem que ama regressou para si com decisão e firmeza, ao mesmo tempo que uma série de eventos fez com que a Sr.a J, tivesse na sua mão a chave para que ele abandonasse para sempre o vício. Dois problemas que atormentavam a Sr.a J, foram 2 problemas que em semanas foram curados. Não há por isso dúvidas: São Cipriano é milagreiro em todo o tipo de assuntos,



62



O Sr António P. tinha dois problemas: uma mulher que lhe estava fazer a vida num inferno, e a ruína financeira que lhe tinha atingido a vida. O Sr António confiou sem reservas no trabalho do altar de são Cipriano, e no tempo por Deus marcado a sua vida alterou-se por completo: a mulher que lhe desgraçava a vida foi castigada com severa punição, ao passo que o Sr. António venceu um processo de mais de 800.000 Euro, abrindo-se assim as portas á renovação de uma vida que antes do auxílio do altar de são Cipriano, parecia condenada ao fracasso. Feito com sabedoria e paciência, e no tempo por Deus marcado , eis que um trabalho espiritual de São Cipriano pode ter resultados espantosos.



63



A Sr.a Esmeralda era vítima de um grande enguiço: os negócios corriam-lhe muito mal, tudo que ela queria não se concretizava, cada passo em frente resultava sempre em dois passos para trás. A Sr.a Esmeralda contactou o altar de são Cipriano, e pediu-lhe apenas 2 coisas: que o dinheiro voltasse a entrar na sua vida, e que conseguisse a casa dos seus desejos. O altar de são Cipriano aceitou lutar contra o mal que estava a empatar a vida da Sr.a esmeralda, no tempo por Deus marcado então os resultados foram claros e fortes: a Sr.a Esmeralda conseguiu a casa que desejava, ( quando antes nada lhe corria bem), e os seus negócios começaram a evoluir e o dinheiro a entrar. As portas foram-lhe assim e a seu tempo abertas á boa sorte, e não fossem as atitudes da Sr.a Esmeralda, muito maior teria sido o seu fruto. São Cipriano, é sem dúvida um santo milagreiro



64



O sr João era vítima de um grande enguiço que lhe bloqueava a vida no aspecto financeiro e material. Os problemas acumulavam-se, os negócios não se concretizavam, e o Sr João não via solução para os seus problemas que cada vez mais pioravam. O altar de são Cipriano aceitou ajudar o Sr João F. , tendo depositado o assunto nas mais de São Cipriano e das legiões de espíritos que ele permite comandar.

Uma vez realizado o seu trabalho, no tempo por Deus marcado , o Sr João F. viu diante dos seus olhos um negócio de 200.000 Euro que estava morto e parado….renascer e ser bem sucedido. Assim a porta que antes estava fechada abriu-se, e ao Sr João foi oferecida uma grande oportunidade para reconstruir a sua vida. Quando temos fé e serenidade, e sabemos confiar no Altar de São Cipriano, o santo pode revelar-nos os mais fantásticos milagres.



65



A Dn. Clarice C. procurou o altar de são Cipriano, porque a sua vida estava afundada em grande tormento. As portas ao amor estavam fechadas, e muitos problemas reinavam na sua vida, impedindo-a de conseguir ser feliz.

A Dn.a Clarice C. não hesitou em depositar nas mãos de são Cipriano, toda a sua confiança.

E o altar de são Cipriano retribuiu com um poderoso trabalho espiritual.

A verdade é que no tempo por Deus marcado depois do auxilio intercedido a são Cipriano, entao a Dn.a Clarice Cunha viu os resultados ocorrerem-lhe:

A boa sorte estava-a acompanhando em todos os níveis, fosse no trabalho, fosse profissionalmente. A família que antes arruinada desfazer-se, estava sólida e unida. O homem que antes fugia, agora procurava pela Dn.a Clarice, demonstrando-se apaixonado, cheio de desejo e assim aberto aos seus desejos.

Os caminhos que antes estavam fechados foram assim abertos, e assim foi concedida á Dn.a Clarice C. a oportunidade de poder conquistar a felicidade que antes lhe era totalmente negada.





66



A Dna N. desejava atingir o seu amado, que se encontrava presentemente casado com outra mulher. Pois no tempo por Deus marcado após o tratamento espiritual estar em curso, as discussões, os desencontros e a desarmonia gerada na vida do seu «ex» com a outra mulher atingiu tais proporções, que a dn.a N. pode constatar sem margem para dúvidas todo o poder das influências espirituais geradas por São Cipriano naquele casal. Não fossem graves assuntos espirituais que se vieram a opor ao processo espiritual em curso, e a vitória teria sido total. No entanto, uma coisa a Dna N. conseguiu: a vida daquele homem jamais foi igual, desde que o poder da magia negra realizada pelos saberes de são Cipriano, entrou na vida dele. Por assim ser, assim se afirma: Nem todas as graças concedidas através do Altar de São Cipriano possuem a mesma intensidade para todas as pessoas, pois os favorecimentos dos espíritos dependem de motivos celestiais que não nos cabe questionar, mas apenas com fé observar e respeitar. No entanto, muitos daqueles que acreditam com fé e humildade, e que aguardam com confiança e serenidade, acabam de alguma forma ou por algum caminho, vendo uma centelha de graças concedida pela intervenção de São Cipriano.





67



O Sr Paulo C. amava demais uma mulher, e contudo uma série de circunstâncias infelizes levaram ao afastamento dessa mulher. O Sr Paulo C procurou e colocou sem hesitar o assunto nas mãos do Altar de São Cipriano. Pois uma vez realizado o trabalho místico, no tempo por Deus marcado assim o Sr Paulo C. escreveu ao altar de são Cipriano, confessando que a sua amada tinha entrado em contacto com ele, ( tinha-o feito pela sua própria iniciativa!!), confessando-lhe todo o seu amor e todas as suas saudades. Os resultados estavam aí: onde antes havia apenas abandono e desolação, voltou a haver amor e esperança. A amada do Sr Paulo C. estava novamente aberta ao amor do Sr Paulo C., e os caminhos foram abertos para que o Sr Paulo C pudesse novamente lutar para reconquistar aquilo que antes lhe era negado.



68



A Sra L.Martins, sofria imenso por amor, uma vez que o homem tão amado tinha comportamentos de extrema distância e frieza. Por isso, a Sra L. Martins procurou a ajuda do altar de são Cipriano, na tentativa de ultrapassar o abismo que parecia separa-la do homem amado. O altar de são Cipriano aceitou a missão, e levou o assunto ás mãos de São Cipriano e as hostes de espíritos por ele comandados. Pois assim tendo acontecido, no tempo por Deus marcado a pessoa amada tinha alterado completamente a sua conduta antes fria e distante, para uma postura de abertura, carinho e boa disposição. A Sra L.Martins assim o verificou, e assim atestou que o auxilio espiritual de São Cipriano tinha ajudado claramente no desbloqueio daquela difícil situação.



69



O Sr Pedro L estava a ver a sua vida afundada num caos de problemas, perdas e revezes. O Sr Pedro L procurou por isso a ajuda do altar de são Cipriano, a fim de conseguir sair do «fundo do poço» onde tinha «caído». No altar de são Cipriano realizou-se assim um forte pedido de intercedência, e assim tempos decorridos finalmente o Sr Pedro L escreveu, confessando:



«muita coisa mudou na minha vida, (…) vícios, companhias, (…) o género de vida que levei durante muito tempo apenas me trouxe perdas»



Claro que nem tudo são rosas, a felicidade não caiu do céu directamente para os braços do Sr Pedro L. Ele teve de lutar imenso, lutou arduamente ao longo dos tempos, e dessa luta vieram tanto sabores como dissabores. No entanto, uma coisa é certa: no tempo por Deus marcado e depois do auxílio espiritual de São Cipriano ter entrado na vida do sr Pedro L, a sua vida foi alterada e novos rumos se abriram para que a sua vida pudesse ser edificada de forma totalmente diferente e positiva.



70



A Sra S.F procurou o altar de são Cipriano já com algum desespero. Na verdade, confessou a Sra. S.F. que o desemprego, os problemas financeiros e muita má sorte insistiam em perseguir a Sra S.F e o seu marido. Nada dava certo nas suas vidas, e um grande bloqueio parecia impedi-los de alcançar as suas metas de uma vida estável e normalizada.

O altar de são Cipriano aceitou sem hesitar o desafio, celebrando rituais poderosos de auxílio espiritual á Sra S.F. e ao seu marido. Pois assim feito, no tempo por Deus marcado e após, a Sra S.F. ter confiado o seu assunto ao Altar de São Cipriano e aos poderosos saberes de São Cipriano, ela logo escreveu, informando que o seu marido tinha sido admitido numa grande empresa de nível nacional. Não se tratava de um emprego de dinheiro fácil, mas sim de um trabalho exigente. Contudo, era um bom emprego que podia ser imensamente compensador se encarado com empenho, entrega, dedicação e muito trabalho. Pois assim se verificou aquilo que os poderes dos saberes de São Cipriano são capazes: onde antes não haviam oportunidades, onde antes não havia nada senão portas fechadas, desemprego, desespero e desolação, passou a haver uma porta aberta, passou a haver esperança, passou a existir um emprego, passou a haver uma oportunidade de conquista da prosperidade e da felicidade. Mais um favorecimento de São Cipriano, poderoso e expedito.



71



A Sra Cláudia M estava a passar por um imenso tormento. A Sra Cláudia M sofria por amor, e o assunto era complicado, uma vez que envolvia não só a pessoa amada, como os seus próprios pais. Na verdade, por um lado os seus pais opunham-se fortemente ao relacionamento da Sra Cláudia M, ao passo que por outro lado o homem amado também não ajudava, pois revelava atitudes por vezes contraditórias e de algum distanciamento. A Sra Cláudia M. estava a começar a ficar desesperada com tanta pressão a recair ao mesmo tempo sobre si, e resolveu pedir um apoio espiritual urgente ao altar de são Cipriano . No altar de são Cipriano foram intensamente submetidos pedidos místicos a favor da Sra Cláudia M. Assim depois do trabalho espiritual do altar, no tempo por Deus marcado a situação começou a alterar-se substancialmente: os pais do homem amado, passaram a apoiar fortemente o relacionamento dela, desejando mesmo um neto e favorecendo completamente o amor dela por aquele homem. Assim, onde antes apenas portas se fechavam,( onde a Dna Cláudia M apenas encontrava resistências e adversidades), depois do processo espiritual outras portas se abriram, e a Dna Cláudia M encontrou uns fortíssimos aliados para ajuda-la não só a conquistar o seu amado, como a conquistar a liberdade relativamente a todo aquele pesadelo dos seus próprios pais. Assim se vê: se a vida fecha 1 porta, um auxílio espiritual forte logo pode fazer abrir outras 2 novas portas. Basta confiar e acreditar com serenidade e força, assim como aproveitar os caminhos abertos pelos espíritos.



72



A Sr.a Maria D. estava atormentada, pois o seu marido fazia-lhe a vida num inferno. A Sr.a Maria D. procurou a ajuda do altar de são Cipriano, confiando-lhe inteiramente a sua vida.

Realizaram-se missas esotéricas no Altar de São Cipriano. Resultado: no tempo por Deus marcado, a Sr.a Maria D. escreveu confessando:



«O meu marido esta totalmente diferente, esta completamente mudado (…) ele procura por mim e trata-me carinhosamente (…) ele esta manso»



Assim pediu a Sr.a Maria D. que o marido ficasse manso, e assim em poucas semanas o marido da Sr.a Maria D. ficou manso.

São Cipriano ajudou expeditamente!!

Contra tais resultados, não há argumento !!!!



73

A Sr.a Helena A. recorreu aos serviços do altar de São Cipriano, procurando em Deus e na fé a abertura de uma felicidade no seu amor. Assim o altar aceitou auxiliar a Sr.a Helena A. , e assim no tempo por Deus marcado o altar recebeu a seguinte noticia com imensa alegria:



«Recorri aos seus serviços no passado e, apesar de o tratamento espiritual ter sofrido alguns problemas, os espíritos concederam-me a graça de as coisas voltarem pouco a pouco à normalidade»



Relato verídico conforme e-mail de 6/1/2009





74



Um testemunho verídico sobre os atendimentos prestados no altar de são Cipriano



«Muito obrigado, (…) tenho a dizer que foi da(s) pessoa(s) mais sincera(s) e clara(s) com quem contactei no mundo esotérico»



Sr Leonel D.

Relato verídico conforme e-mail de 3/1/2009





75



A dn.a Magda C. sofria por amor. E sofrendo, contactou o altar de são Cipriano, tendo confiado na sua ajuda espiritual. Teve calma, serenidade, e não olhando a prazos mas sim á fé ela cumpriu as instruções do altar de são Cipriano. E quando assim é, os milagres podem acontecer. Em apenas 2 semanas tudo mudou na vida da Dn.a Magda C. ,e ela escreveu, confessando:



Boa tarde (…)



(…) Estou a deixar as coisas acontecerem naturalmente. Sem pressões!

Estou mesmo contente!

(…) vim pelo caminho a agradecer a si e aos Espíritos por essa oportunidade!



Estou muito contente!



Muito Obrigada por tudo!



São Cipriano é milagreiro, e no Altar de São Cipriano, os milagres tem sucedido diariamente.



76



A Dn.a Catia G. estava atormentada devido a um complicado assunto amoroso.

Mas para quem tem força de vontade e fé no trabalho do altar de são Cipriano, nada é impossível.

A Dn.a Catia G. aceitou a ajuda espiritual do altar de são Cipriano,e no tempo por Deus marcado os resultados foram visíveis, fortes e indesmentíveis: O seu homem estava confessando o amor que tinha por ela, os encontros sucederam-se, enfim: os caminhos dela com ele estavam fortemente cruzados e unidos.





77



A filha da Sra Maria F., envolveu-se num relacionamento impróprio, que muito sofrimento causou á mãe. A Sra Maria F. andou desesperadamente procurando ajuda por diversos mestres, contudo sempre sem sucesso. Já pensando em desistir da vida, a Sra Maria F. encontrou o altar de são Cipriano, e colocou-lhe o seu problema. O altar de são Cipriano recomendou um tratamento espiritual de fortes resultados fortes, sendo que a Sra Maria F. optou por não perder a esperança e confiar no altar de são Cipriano. Pois no tempo por Deus marcado, os resultados foram claros, e a Sra Maria F viu recompensada a sua fé nos trabalhos de São Cipriano. Finalmente, ao fim de tanto tempo de tantas tentativas sem resultados, a filha estava livre e separada daquela outra pessoa tão indesejável. São Cipriano faz milagres tanto hoje, como há centenas de anos atrás.



78



O Sr Carlos sofria por amor á sua amada. Um amor que se arriscava a morrer para sempre, pois a mulher tão amada tinha deixado o Sr Carlos S.

O Sr Carlos S contactou o altar de são Cipriano em pleno desespero e muita dor.

O altar de são Cipriano aceitou a missão de trazer a felicidade de volta á vida do Sr Carlos S.

O Sr Carlos S confiou no altar de são Cipriano, e não olhou, nem a conversa fiada de terceiros, nem a meios para recuperar a sua felicidade.

Pois o altar de são Cipriano retribuiu a sua confiança da melhor forma, pois assim o Sr Carlos S. escreveu, dizendo:



«Ela voltou! (…) o sortilégio funcionou!»



Mais palavras, para quê ?? São Cipriano não falha, aos que confiam e tem fé, e aos que procuram não olhando a criticas alheias, nem buscando a prazos, mas sim ambicionando á felicidade como fruto da fé.



79



O Sr Luís O, confiou no altar de são Cipriano para obter um forte auxilio na recuperação da pessoa amada. Confiou, e não hesitou em entregar o assunto nas mãos do altar de são Cipriano. Pois assim fazendo no tempo por Deus marcado o Sr Luís O. escreveu, declarando:



«Quero agradecer-lhe, e a todos aqueles com quem trabalha.

Estou novamente com ela!»



Perante os factos, não há como negar o poder dos trabalhos milagreiros de São Cipriano.



80



A Sra M. Antunes, estava a passar por um período complicadíssimo da sua vida. Depois de uma vida inteira de esforço, dedicação, empenho e sacrifícios, todas as suas metas profissionais se encontravam totalmente bloqueadas. A Sra M. Antunes escreveu ao altar de são Cipriano, e decidiu confiar na sua ajuda espiritual. Pois no tempo por Deus marcado e após muita luta e processos espirituais, o altar de são Cipriano recebeu as seguintes notícias:



« estou a escrever(…) para (…) dizer que já tenho trabalho(…) na minha idade, é complicado (…) fico-lhe imensamente grata.»



A quem em fé, e segue com serenidade e empenho o curso de uma ajuda espiritual, os resultados aparecem independentemente do tempo. Mais uma vez, São Cipriano ajudou numa causa desesperada.



81

O Sr Joaquim M sofria de uma grave problema de enguiço. Uma ex namorada tinha-lhe lançado um feitiço de vingança, e tudo na vida do Sr Joaquim M estava estagnado, estava morto, estava parado e sem meio de evoluir. Tanto no trabalho, como na família, como na vida sentimental, o Sr Joaquim M. sentia grandes obstáculos e grandes entraves. Cada passo em frente era 2 passos para trás. O Sr Joaquim estava desesperado. O Sr Joaquim procurou a ajuda do altar de são Cipriano, e sem fazer muita pergunta, confiou inteiramente na sua ajuda espiritual. O altar de são Cipriano intercedeu assim pelo Sr Joaquim M . No tempo por Deus marcado, o Sr Joaquim M escreveu ao altar de são Cipriano, confessando que estava feliz, que a sua vida finalmente avançava a olhos vistos, e dizendo:



«Agora, as pessoas reagem perante mim de forma muito mais positiva, de uma forma que antes seria impensável (…) Finalmente conclui um trabalho que estava enguiçado há 3 meses, pois acontecia sempre alguma coisa que impedia que o trabalho se concluísse. Pois ontem, para meu espanto, os meus próprios fornecedores por iniciativa deles arranjaram-me tudo o que eu precisava e tive finalmente um cliente satisfeito (…) Na minha família finalmente esta tudo bem. O comportamento dos meus familiares comigo mudou de forma positiva (…) A nível sentimental, reatei contacto com alguém que já não via há um tempinho.».



Em resumo: a vida do Sr Joaquim M., que antes era um grande poço de problemas e enguiços, começou a evoluir e o Sr Joaquim M viu desbloqueados todos os caminhos que antes estavam fechados. Muitas oportunidades foram assim criadas para que o Sr Joaquim M pudesse aproveitar, e assim aproveitando, ser finalmente feliz, agora livre da bruxaria que a ex namorada lhe lançou.

100 RELATOS VERIDICOS

100 casos reais

100 prodígios reais

100 testemunhos verídicos

Pagina 2 de Relatos Verídicos







82



A Dn.a M.Mota sofria intensamente devido a um amor perdido, amor esse que ela julgava impossível de reconquistar. A Dna M.Mota, em sofrimento e desespero, entregou o assunto nas mãos dos saberes ocultos do Altar Místico de São Cipriano. Pois no tempo por Deus marcado, eis que o tratamento místico recomendado e em curso deu os seus desejados frutos de favorecimento, assim confessando a Dna M.Mota:



«Não vale a pena dizer o quanto me ajudou a conseguir pelo menos que ele voltasse a querer estar comigo, algo que se me dissessem a (…) meses atrás, iria dizer que não era possível, mas a verdade é que ele voltou a procurar-me e voltamos a estar juntos»



Aquilo que antes era impossível, eis que no tempo por Deus marcado tornou-se uma conquista ao alcance das mãos da Dna M.Mota. Mais palavras para quê?





83



A sra D.Silva, sofria devida a uma perda amorosa que muito a atormentava. A sra D.Silva optou por confiar o seu tormento ao Altar Místico de São Cipriano, na procura de um forte auxílio espiritual de favorecimento aos seus desejos. Estando o tratamento espiritual em curso, no tempo por Deus marcado assim surgiram os seus frutos, e assim escreveu a Dna D.Silva



«a minha situação (…) melhorou consideravelmente. Neste momento sinto que [ a pessoa que amo] se voltou a aproximar novamente. Inclusivé houve espaço para uma visista pessoal por parte dele.
Mais uma vez o meu muito obrigada!»



Aquilo que antes estava irremediavelmente perdido, depois dos esforços místicos realizados no Altar de são Cipriano, converteram-se num abrir de portas e numa concessão de oportunidades.







84



A Dna Elisabete M. desejava ardentemente reconquistar o seu marido, sendo que o mesmo se tinha tornado totalmente frio, distante e ausente, numa postura que anunciava o inevitável fim do seu relacionamento. A Dna Elisabete M. decidiu assim confiar o seu tormento ao Altar Místico de São Cipriano, ali procurando a abertura de caminhos e o favorecimento da conquista dos seus desejos. Estando o seu tratamento espirtual em curso, tempos passados assim escreveu a Dna Elisabete M:



«O meu marido, que (…) não falava comigo, nem quase para mim olhava , agora já melhorou, já fala e quer ter relações comigo várias vezes ao dia, (…) sente muito desejo por mim»



No tempo por Deus marcado ,assim se verificou que oportunidades para uma nova união entre a Dn.a Elisabete M. e o seu marido foram fortemente geradas pelas forças espirituais invocadas através dos saberes ocultos de são Cipriano. Um marido antes frio como gelo, transformou-se em poucas semanas num homem ardente com desejo e aberto á Dn.a Elisabete. Assim, aquilo que antes era uma causa perdida, depois o tratamento espiritual do Altar Místico de São Cipriano, transformou-se numa real oportunidade de reconquista. Cabe aos espíritos abrir caminhos e oferecer oportunidades, sendo que nos cabe a nós viver as nossas vidas, aproveitando com «unhas e dentes» as oportunidades que recebemos dos espíritos. E quanto a abrir caminhos e conceder oportunidades, o auxílio do Altar Místico de São Cipriano e os seus saberes ocultos, já deram imensas provas do seu poder.





85



A Sra V. tinha uma actividade empresarial que estava a atravessar momentos bastante complicados. As suas portas estavam abertas ao público, contudo por elas não entravam clientes. Clientes teimavam em não entrar, e como sem clientes não se fazem negócios, a actividade da Sra V. estava a afundar-se a um ritmo alarmante. Tanto pior era a situação, porquanto a Sra V. tinha apostado tudo aquilo que tinha naquele negócio, e estava agora a desesperar com a estagnação e paralisação geral que via á sua volta, sem ninguém procurando pelos seus serviços.

A Sra V. consultou o altar de São Cipriano, entregando-lhe o seu tormento. Realizou-se assim uma poderosa intercedência espiritual a favor da Sra V., a fim que ventos favoráveis permitissem que muitos clientes voltassem a procurar o negócio da Sra V. Pois assim foi, tempos idos de facto tudo mudou.

A Sra V. escreveu assim ao altar de são Cipriano, atestando que pelas suas portas começaram a entrar muitos clientes, coisa que antes não sucedia. Assim, foram criadas condições e concedidas oportunidades, para que a Sra V pudesse lutar, trabalhar e conquistar as suas metas. Como sempre, assim se afirma:



«uma ajuda espiritual não vai fazer dinheiro chover do céu, nem vai fazer aparecer sacos com dinheiro na sua porta. Nem isso acontece, nem os espíritos vão trabalhar por si, mas antes é você que tem de trabalhar para aproveitar a ajuda deles. O que os espíritos farão com sucesso, é trazer a si oportunidades para que depois você, trabalhando duramente e com toda a sua sabedoria, possa ver compensados os seus esforços com bom fruto.»



Assim aconteceu com a Sra V, que no tempo por Deus marcado viu oportunidades aparecerem diante dos seus olhos.



86



A Sra E.Pires, desejava ardentemente conquistar o homem por quem nutria fortíssima paixão. A Sra E.Pires colocou o assunto nas mãos dos saberes místicos de São Cipriano. Fortes rituais e conjurações foram celebrados, sendo um poderoso encantamento foi assim lançado ao tão desejado homem. E no tempo por Deus marcado, a Sra E.Pires escreveu, confessando e agradecendo:



«Estou tão feliz que tudo esteja a correr tão bem. Obrigado pela sua ajuda»



Mais uma vez, o poder oculto dos saberes de são Cipriano desbloquearam um caminho antes fechado, concedendo oportunidades onde elas antes não existiam, e abrindo portas que antes se julgavam impossíveis de abrir.



87



A Dn.a Maria At. procurou em Deus, nos espíritos e na fé do altar de São Cipriano um auxilio para abrir caminhos a uma vida cheia de obstáculos. Assim o fez, e assim lhe foi concedido no tempo por Deus marcado, e por isso ela assim escreveu:



«Passou um ano, quando rcorri à sua ajuda.

Consegui o trabalho (…) Muito importante foi eu ter aberto os olhos. Acreditei sempre, até este ano em pessoas que não devia. (…) foi bom. Estou mais forte. Mais segura (..) Agradeço o que fez por mim, e a todos os que colaboram consigo.(…) Obrigada.



Relato verídico conforme e-mail de 3/1/2009





88



O Sr Carlos Sq. muito amava alguém que estava presa a um casamento falso, feito de aparências e que se mantinha á força de conveniências sociais. Na esperança de poder libertar a pessoa amada daquele calvário, o sr Carlos Sq. contactou o altar de São Cipriano.



A luta foi dura, e por tempos foram necessários muitos esforços para ultrapassar todos os obstáculos.



Porem, no tempo por Deus marcado o fruto da fé floresceu e o Sr Carlos Sq. escreveu:



«Bom Dia (…) era para informar que já ocorreu a separação entre os dois»



Relato verídico conforme e-mail de 14/11/2008





89



A Sr.a X desejava imenso ter um relacionamento com um colega de trabalho, contudo esse colega devido a uma serie de graves problemas pessoais e profissionais recusava-se totalmente a assumir fosse que relacionamento fosse com a sr.a X.



Pois assim a Sr.a X contactou o altar de são Cipriano, e confiando o seu assunto sem reservas aos sacerdotes do santuário, solicitou um processo místico conforme os saberes de são Cipriano.



Assim missas foram celebradas e uma poderosa maldição de amarração foi lançada na alma da pessoa, que fraca de espírito assim cedeu ao malefício. Porque assim foi, assim escreveu a Sr.a X:



«O meu amado (…) está cheio de desejo sexual por mim, não me larga todo o dia,(…) ele esta mais manso»



Relato verídico conforme e-mails de 13/5/2009 e 17/5/2009



Eis que o malefício operado conforme são Cipriano ensinou e conforme praticado pelo altar de são Cipriano, no tempo por Deus marcado condenou aquela fraca alma a cair sem apelos nos fins da maldição gerada.







90



Assim escreveu a Sr.a Maria Ap., depois de contactar o altar de são Cipriano:



«Quero agradecer pelas graças que estou alcançando (…) Estou muito feliz com tudo que está acontecendo comigo...coisas que eu julgava impossível estão se realizando.»



Relato verídico conforme e-mail de 6/6/2009



Verdadeiramente, ao de fé sincera que com confiança, de coração manso e entregue a são Cipriano, se entrega totalmente e sem reservas a Deus…. então no tempo por Deus marcado a esse tudo é possível.







91



Aos que deixam as dúvidas de lado, e antes passam a ter fé nos seus corações e assim fazendo deixam são Cipriano e Deus actuar nas suas vidas, eis que no tempo por Deus marcado as bênçãos acontecem, e assim aconteceu com a Sr.a C. M., que assim escreveu:



Relato conforme e-mail de 10/6/2009



«Duvidei (…) [mas] hoje, por incrível que pareça (…)verifiquei (…) mudança no (…) meu marido (…)Mais uma vez peço-vos as minhas desculpas por ter desacreditado»







92



Sobre o poder das orações a são Cipriano e dos seus efeitos milagrosos quando verdadeira fé existe num coração, assim este altar recebeu um e-mail da senhora I. Santos, assim declarando:

«Estou fazendo (…) a oração (…) para conquistar uma pessoa,(…) percebi muitas mudanças dela para comigo, isso para melhor (…)Percebi grandes mudanças no jeito de me tratar (…) [ele ficou] muito e mais próximo.»

I. Santos



Testemunho conforme e-mails de 10/6/2009



Pois então: no tempo por Deus marcado , eis que todas as obras são possíveis edificar na fé.





93



Aquele que com fé no seu coração e sem temores, entrega os rumos da sua vida são Cipriano e a Deus, encontra sempre uma resposta de Deus aos seus tormentos, e assim sucedeu no tempo por Deus marcado com a Sra. L.P., que assim escreveu ao altar:



«(…) venho agradecer pois se abriu uma porta de trabalho para mim (…)muito obrigado por tudo. Já estou muito feliz com o que ja recebi através deste altar, e sei que vou receber muito mais...»



Relato conforme e-mails de 5 e 12/6/2009





94



A Sra. XX solicitou ao altar as bênçãos e maldições de são Cipriano em auxílio a um assunto amoroso. Pois assim feito e no tempo que Deus determinou, eis que a promessa renovadamente se cumpriu, e assim escreveu a Sr XX:



(…) essa pessoa já acabou com a namorada (…) e desde que isso aconteceu anda só a insistir para estar comigo, manda emails, liga-me, manda msgs, diz que quer ir ao cinema comigo, diz que só me deu valor agora (…) ou seja, fala de uma maneira como antes não falava.



Relato verídico conforme e-mail de 25/6/2009



Assim actuam as bênçãos e maldições de Deus…. Pode passar o tempo que passar, mas se aquele de fé cumprir as instruções dos santos de Deus e do Senhor, e se Deus aceitar firmar o pedido daquele onde a fé abunda no coração…. então no tempo por Deus marcado o fruto da fé e da esperança no seu tempo florescerá.





95



A sr.a P.S. encontrava-se verdadeiramente desesperada pois que o seu amado há mais de 2 anos andava perdido num relacionamento com outra mulher, e o seu tormento era grande pois que também grande era o seu amor. E porem, se grande era o amor também grande era a fé, pois que a sr.a P.S nada hesitou em se entregar ao altar e a são Cipriano.



E porque ela nada hesitou, também são Cipriano nela não hesitou.



E assim, e porque na obra dos santos de Deus não importam nem as impaciências, nem as descrenças… mas sim a fé e a crença, eis então que assim que no tempo por Deus marcado ela acabou escrevendo ao altar:



«Era só para dizer-vos que (…) ontem ele finalmente acabou, ( de uma vez por todas!!), com a outra mulher e mal o fez veio para mim e está comigo.»



Relato verídico de e-mail de 3/9/2009





96



Grande foi a luta que foi travada em prol da sr.a T.M., cujo o marido se perdeu em África nos braços de uma amante maldosa e que apenas tinha interesse no dinheiro do seu esposo, e que não hesitou em arruinar um lar a troco dos seus caprichos.



E porem, eis que a Sr.a T.M. procurou com fé o altar de são Cipriano, e em intenção da sua felicidade um processo espiritual foi celebrado.



Dura foi a luta, e muita foi a fé e persistência que a sr.a T.M. teve de revelar. Porem, no tempo por Deus marcado eis que quando Deus quer então aquele que persiste na fé e em são Cipriano, também verá em si persistir o fruto da esperança, e eis que por isso assim acabou a Sr.a T.M por escrever:



«Estou a contactar-vos (…) está resolvido!! O meu marido separou-se e afastou da outra fulana e renasceu o amor dele por mim (…)Obrigada por tudo»



Relato verídico de e-mail de 3/9/2009







97



O Sr. A não hesitou em recorrer á ajuda do altar, pois que as bênçãos de são Cipriano em tudo podem ajudar, pois que de muitos e vários problemas sofria o Sr. A., e muitos eram os tormentos, perdas e agonias que perseguiam a sua vida sem cessar.



Porem, após ter desistido de desesperar sem nada fazer….e antes optar por agir e assim ter entregado os seus tormentos ao altar…. eis que no tempo por Deus marcado a bênção de são Cipriano nele actuou e assim o Sr. A escreveu ao altar:



«Sinto á medida que o tempo passa que a paz de entra em mim (…) estou mais perto dos meus objectivos»



Relato verídico conforme e-mail de 19/9/2009





98



Vivendo um imenso tormento sentimental na sua vida, depois da Sr.a A.J. ter procurado o altar de são Cipriano e santa Maria Madalena, pois a seu tempo o fruto da fé começou florescendo e eis que assim ela escreveu:



«(…) Estamos tendo uma aproximação (…)nos encontramos pessoalmente ele assumiu seu grande carinho por mim»



e-mail verídico de 16/10/2009



Eis assim o caminho, pois que ele no tempo por Deus marcado revela-se abrindo-se onde antes estava fechado, pois que ao de fé , se Deus quer assim é!





99



A Sr.a G há anos que sofria por amor e eis que o seu tormento era imenso. E porem, eis que apelando com fé e sem hesitações ao altar de são Cipriano, e no tempo por Deus marcado assim ela escreveu ao altar:



«Aconteceu que eu tanto esperava. Estou muito emocionada (…) estou muito agradecida, a são Cipriano e a Deus (…) também aos mestres do altar (…)O que aconteceu (…) foi mesmo um milagre(…)não tem preço



e-mails verídicos de 4/10/2009 e 13/10/2009





100



A Sr.a P estava atravessando um péssimo momento familiar, um autêntico pesadelo. Porem, eis que depois de entregar o seu tormento a são Cipriano, pois no tempo por Deus marcado assim sucedeu a sua libertação de tanto tormento, e eis que ela assim escreveu:



«Agradeço com todas as minhas forças ao Altar, a Deus e a São Cipriano»



e-mail verídico de 13/10/2009





101



O Sr R. sofria desesperadamente, pois que o seu grande amor abandonou o lar, e fechou-lhe o coração, e permanecia tremendamente irredutível para com ele. O Sr R. procurou por isso o altar já em profundo desespero, pois que parecia impossível conseguir reverter o rumo daquele sofrimento. E assim sendo, eis que no tempo por Deus marcado as maravilhas da fé sucederam, e eis que o Sr R. assim escreveu ao altar:



«Cada vez mais estou mais crente e maravilhado com são Cipriano e com Deus (…) ela voltou sem eu lhe pedir nada, pediu perdão, (…) e voltou.»



Relato verídico





102



A Sr.a M.L sofria pois que o seu esposo estava frio, estava distanciado e estava totalmente insensível e irredutível para com ela. E porque grande era o seu tormento mas também grande era a sua fé, eis que a sra M.L entregou o seu tormento ao altar, e porque assim foi eis que então no tempo por Deus marcado assim escreveu a a Sra M.L ao altar:



«esta noite o meu esposo veio-me procurar, e fizemos amor. »



Relato verídico



Pois então: o que estava morto renasceu, e aquilo que já não tinha esperança renovou-se, e onde já nada existia senão distanciamento e frieza, eis que reacendeu-se em amor. E por isso: aos corações de fé que procuram com fé e sem vacilar nas impaciências, eis que no tempo por Deus marcado todos os prodígios são possíveis edificar no amor.





103



A Dna F.Silva sofreu 20 anos devido a um tremendo problema amoroso que persistia em jamais se resolver. E assim, eis que a Dna F procurou pelo auxilio do altar de são Cipriano, e ali confiou o seu problema sem medos, nem hesitações, e de coração aberto na fé. Pois assim sendo, quando fé existe e se com fé se procura nos santos, eis que tudo é possível. E assim sendo, eis que no tempo por Deus marcado então assim escreveu a Dna F ao altar:



«resolveram-me (…) um problema amoroso que tinha na minha vida há mais de 20 anos»



Relato verídico





104



A Sra P.F vivia atormentada e sufocada num casamento do qual parecia não haver saída, e eis que esse casamento já não era mais nada senão uma fonte de profundos sofrimentos. E assim sendo, eis que com fé a Sra P procurou o altar, e ali entregou o seu tormento, e eis que sem dúvidas nem hesitações ali pediu ajuda. Pois assim sendo feito, eis que no tempo por Deus marcado se lhe abriram todos os caminhos, e eis que ela conseguiu livrar-se do seu tormento, e eis que a separação que lhe parecia impossível acabou ocorrendo, e eis que ela alcançou a libertação que tanto procurava e que persistia em não ocorrer, e por isso eis que ela assim escreveu ao altar:



«os irmãos já me ajudaram (…) lhes fico eternamente grata(…)pois graças ao V/ trabalho consegui avançar para o divórcio.»



Relato verídico de 27 Novembro 2010





105



O Sr. H.M era tremendamente atormentado por todo o tipo de enguiços, empecilhos, revezes e contratempos que lhe infestavam a vida, pois que grande era o mal espiritual que o cercava.

E assim sendo, eis que procurando por solução de fé na fé do altar de são Cipriano, então o Sr H não hesitou em entregar os seus destinos a são Cipriano, e eis que ele assim o fez sem dúvida, nem hesitações.

E assim tendo feito, eis então que no tempo por Deus marcado os frutos da fé lhe florescerem, e eis que ele assim escreveu ao altar:



«obtive os melhores resultados, pois, os males que nos atormentavam estão eliminados»



Relato verídico de Novembro 2010





106

.

O Sr. R. Alves recorreu da fé e dos caminhos de esperança anunciados pelo altar de são Cipriano, e na verdade quem percorre os caminhos da fé com fé de verdade, eis que colherá sempre o seu bom fruto. E por isso eis que o Sr. R. após muita persistência na fé, muita paciência de fé, e muita perseverança da fé, então eis que no tempo por Deus marcado assim o Sr R Alves foi encaminhado para a recompensa da sua fé, e por isso eis que ele assim quis agradecer ao altar, e agradecendo assim escreveu:



«Sempre que precisar recorrerei ao vosso Altar e á vossa fé»



Relato verídico de Novembro 2010





107

.

a Sr A.S. entregou o seu tormento amoroso aos mais portentosos caminhos de santo deste altar de santo, e ela entregou-se com fé e procurando não há impaciência mas sim ao prodígio do santo, e porque assim foi então eis que no tempo por Deus marcado o prodígio se manifestou , e assim escreveu a Sra A.S ao altar de são Cipriano:



«eu e o meu ex estamos juntos (…) esta tudo se acertando com o tempo...».



Relato verídico de 1 Dezembro 2010





108.

.

Eis a Sra Susana entregou a sua fé aos portentosos saberes de são Cipriano, e eis que ela o fez com fé inabalável e paciente persistência na fé, e por isso eis que prodígios e maravilhas se lha manifestaram na vida, e por isso eis que no tempo por Deus marcado assim escreveu a Sra Susana ao altar de são Cipriano:



«E sei que vou conseguir tudo o resto pois tenho Deus Nosso Senhor comigo, na minha vida,na minha casa....E estou tao feliz por isso que nem tenho palavras. E obrigado a vos todos pelo vosso apoio e orientação.»



Relato verídico 2010





109

.

Onde fé existe, e onde se procura não á «pressa» mas sim ao «santo», então eis que o prodígio é certo, e por isso o relato da Sra CM fala por isso mesmo, pois no tempo por Deus marcado eis que assim escreveu a a Sra CM ao altar de são Cipriano.



«IRMAOS ESTOU MUITO FELUZ, NAO TENHO NEM COMO DESCREVER.

A TODO MOMENTO AGRADECO A DEUS SAO CIPRIANO SANTA MARIA MADALENA E AOS IRMAOS DE FE DESTE ALTAR.OBRIGADA. MIL VEZES OBRIGADA.QUE A PAZ DE DEUS ESTEJA COM TODOS.»



Relato verídico de 30 Dezembro 2010





110

.

a Sra M.M procurou ajuda na sua demanda amorosa, e na verdade ela entregou uma demanda quase impossível ao altar de são Cipriano. E porem, apesar da dificuldade do empreendimento, eis que ela assim entregou essa demanda com fé, sem duvida, sem impaciência, sem hesitação e procurando não ao «calendário» mas sim ao «santo». E assim sendo: porque assim a sra M.M fez e perseverou na sua fé sem jamais vacilar, então eis que no tempo por Deus marcado assim o prodígio se manifestou, e eis que ela assim escreveu ao altar de são Cipriano:



«Qto a mim e [ á pessoa amada], estamos bem e felizes. Glórias e louvores hoje e sempre a Deus e aos Santos de Deus»



Relato verídico 21 Março 2011





111

.

A fé tudo acaba vencendo, e por isso aquele que procura neste caminho de santo procurando não ao «calendário» nem á «pressa», mas sim procurando com «fé» e ao «prodígio» do «santo», pois a esse no tempo por Deus marcado o fruto do espírito ocorre e floresce em abundante recompensa. E por isso, eis que após muita fé, e após muita persistência na fé, e tempos idos de perseverança na fé, então eis que no tempo por Deus marcado assim a Sra I.L. acabou escrevendo ao altar de são Cipriano:



«Queridos irmãos o meu amado voltou»



Relato verídico 14 Março 2011





112

.

Onde a obra do santo abre caminho através deste caminho de santo, então eis que todos os portentos são possíveis, e por isso a Sra A. após tempos idos sobre o seu trabalho nesta linha de santo, e após muita persistência e perseverança de fé sempre olhando ao «santo» e não á «pressa» nem á «impaciência», então no tempo por Deus marcado ela assim escreveu ao altar de são Cipriano:



«Ele voltou a tratar-me muito carinhosamente, demonstrando em palavras o seu amor por mim e referindo muita saudades»



Relato verídico de 14 de Março de 2011





113



O Sr J procurou ao portento do santo com fé e sem se poupar a recurso, e ele assim fez com fé firme e não olhando a calendário nem a impaciência mas sim á persistência da fé, e assim fazendo eis que no tempo por Deus marcado então o Sr J assim escreveu ao altar de são Cipriano:



«tive a ajuda solicitada (…) tudo se resolveu , o que tinha pedido até hoje, é uma verdade...(…) com custos (…) .mas aconteceu.»



Mensagem verídica de 9 Agosto 2011



Pois assim se sabe:



Aquele que procurando no trabalho de santo então perseverar na fé ao santo e no caminho do santo, então esse – seja porque caminho for e demore o que demorar – esse – no tempo por Deus marcado - acabará colhendo o fruto de tudo aquilo que ao santo clamou, pois que trabalho de santo é – comprovadamente - trabalho de portento.





114



a Sr.a M.S. estava sofrendo os maiores tormentos no seu lar e no seu casamento, tendo mesmo chegado no ponto do total rompimento amoroso, pois que o seu esposo abandonou o lar e estava irredutível na sua obstinação, o que – logicamente – era motivo de tremenda angustia para a Sra. M.S.



Pois então:



a Sr.a M.S. procurou ao altar de são Cipriano e eis que sem olhar a meio, nem a olhar a custo, nem olhar a recurso, ela lançou mão do portentoso trabalho de santo neste caminho de santo, e assim fazendo eis que mais tarde ela assim escreveu ao altar:



«Deus e São Cipriano atenderam meu pedido, meu marido já está em casa novamente, depois de tanto sofrimento estou feliz, (…) Sou grata a São Cipriano e vou divulgar seu nome»



Mensagem verídica de 16 Setembro 2011



Pois então:



Quem procura no santo sem hesitar, e quem procura no santo sem olhar a recurso, e quem procura no santo procurando não na «pressa», nem na «duvida», mas sim na «fé» e na «perseverança» da «fé», e quem assim fazendo entrega o seu tormento na mão do santo, então eis que a esse – sem sombra de dúvida - no tempo por Deus marcado o portento da fé dará o seu bom fruto.

entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

DOAÇES AQUI AJUDE NOSSO BLOG

Pagar

Google+ Followers

Postagens populares

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs