publicidade

pesquise aqui sua simpatia

----------------------------------------------
Custom Search
--------------------------------------------

publicidade

----------------------------------------- ----------------------------------------------- ----------------------------------------------------------------------------------------- ---------------------------------------------------
Mostrando postagens com marcador mediunidade. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mediunidade. Mostrar todas as postagens

quinta-feira

simpatia para conquistar a pessoa amada em 24 horas ou menos

Conquistar a pessoa amada. Pegue um cigarro, escreva com uma caneta vermelha o nome completo da pessoa amada. Depois, acenda o cigarro e deixe ele queimar sem fumá-lo. Quando terminar de queimar, passe na frente da casa da pessoa amada e jogue na frente da casa.



Sem timidez para conquistar
Recite 3 vezes essa quadrinha com muita fé:
“Santo Antonio de Lisboa
Feito de pinho de lei
Santo Antonio me perdoa
Dos beijos que ainda não dei”.

Fisgar pessoa amada
Escreva num papel branco o nome e data de nascimento do seu amor, dobre e coloque-o num copo de vidro, ainda sem uso com água pela metade, com um pouco de sal e 3 gotas de perfume. Pegue uma rosa branca e deixe no copo até que ela murche. Quando isso acontecer, faça um chá com a flor e jogue em seu corpo depois que tomar banho do pescoço para baixo. O copo com água e o papel jogue em água corrente ou no lixo.
Conquistar a Paixão de sua vida
Pegue um pano branco de algodão e faça um saquinho colocando dentro alguns galinhos de arruda, guiné e alecrim. Ao fechar o saquinho, diga essas palavras:”Arruda, guiné, alecrim que seu cheiro traga um amor pra mim”. Em seguida tome um banho usando o saquinho junto com o sabonete e peça ao seu Anjo da Guarda uma ajuda para encontrar o seu amor quando sair de casa.

 

Sucesso na paquera
Para a paquera ficar mais interessante e alguém reparar em você, peça ajuda a Santa Luzia, protetoras daqueles que enxergam pouco. Coloque um retrato de quem quer conquista debaixo da imagem da santa e repita durante 3 dias: “minha santa Luzia, santinha, fazei com que a vista de (dizer o nome) se volte para o lado da minha”.
Viver grande paixão
Pegue sete rosas brancas e deixe ferver por uma hora. Depois de fria, pegue a água e jogue no seu corpo, do pescoço para baixo e deixe secar. Recolha as pétalas do chão e coloque numa vasilha com água comum junto um papelzinho escrito com nome dele. Cole uma vela num prato branco e deixe-a queimar até o fim. Depois, jogue tudo numa árvore florida.

terça-feira

Omoloko OGUM: O SIGNIFICADO DO TERMO OMOLOKO

Omoloko OGUM: O SIGNIFICADO DO TERMO OMOLOKO: O SIGNIFICADO DO TERMO   OMOLOKO               Algumas vezes tenho sido inquirido com   a pergunta: “Omoloko é Umban...


   
Algumas vezes tenho sido inquirido com  a pergunta: “Omoloko é Umbanda ou
Candomblé? “ A resposta só poderia ser uma única: Omoloko é ambas. Umbanda
porque aceita em seus rituais o culto ao Caboclo e ao Preto-Velho. Candomblé

Omoloko OGUM: Quem foi Tancredo da Silva Pinto, considerado o or...

Omoloko OGUM: Quem foi Tancredo da Silva Pinto, considerado o or...:     Quem foi Tancredo da Silva Pinto, considerado o organizador do culto Omoloko  no Brasil? Tancredo da Silva Pinto, Tatá Ti
...

quinta-feira

A Lei da Kimbanda

       EX           

                         NA LEI DA KIMBANDA


A Lei da Kimbanda vêm dos bantos, dos povos Angola-Congo. A misturança ou ainda podemos dizer sincretismo entre o Exu-iorubá e os Ngangas e Tatás (almas de chefes kimbandeiros das nações bantúes) foi o que deixou esse ar de confução no povo, que muitos até mesmo sendo "feitos na kimbanda", não entendem, ou ó que é pior tratam-no de diabo. Na verdade, o Exu da kimbanda não é o Exu-iorubá (orixá ou imalé dessa cultura). Os Espiritos que chegam na linha da kimbanda são espíritos de ngangas ou tatás, aquelos que encarnados na terra eram sacerdotes bantos adouradores de algum nkisi  ou mpungu.
No Brasil, o culto aos npungus e nkisis à través dos seus mensajeiros - os ngangas - foi misturado na escravidão com o culto aos Encantados e aos pajés ( da cultura tupí-guarani ) e também com o dos iorubás, surgindo os siguintes novos cultos, fruto da miscelánea:
Makumba - Que vêm de "ma-kiumba" (espíritos da noite). Foi assim chamado o mais primitivo culto sincretista no sul do Brasil (e o primeiro originado em Brasil), dada sua maior prepônderancia banto; é déla que descem os outros cultos afro-brasileiros com influência das naçoes Angola-Congo, Tupi-guarani, Nagô e a Igreja, nessa ordêm. A ração de se chamar makiumba (logo após por deturpação da palabra ficaria makumba ou macumba) foi justamente, porque é um culto que se faz na noite, onde deberiam-se chamar necesáriamente os espiritos da noite (almas de outros sacerdotes do culto - Eguns ou Ancestrais). No culto iorubano-nagô conhece-se e rinde-se culto aos Ancestrais-Egun, porém elos são afastados dos rituais aos orixás, tentando ter um contato com outro tipo de energias, isto ajudou, para que os rituais onde se chamabam eguns fossem menospreçados, pejorados e mal interpretados. Por outro lado, a Igreja também condenaba os cultos con influência indio-banto onde se fazia beberagem e supôstamente orgias. Na verdade, as danças bantos eram no Brasil e ainda são na África bastante eróticas, e também é verdade que os Guias bebem y pitam, porém dista muito de ser uma orgia ou um beberagem.  Depois, quando os grupos de nações começan procurar sua identidade, dividem-se os principais compônentes da makumba, aparecendo: Candomblê de Angola; Candomblê de Congo; Candomblê de Caboclo ou dos Encantados; Catimbó; - todos elos em procura duma raiz cultural - y também, a finais do século XIX surgem da macumba urbana (onde tinhan muita participação os brancos pôbres e os descendentes de escravos) a Umbanda e a Kimbanda com influências para o Espiritismo e com muito sincretismo. Na kimbanda, permaneceu grande parte do culto aos ngangas da nação Angola-Congo, porém misturado com o diabo (pêlas influências dos mitos e tabúes dos proprios integrantes - que não tinhan conhecemento das orígems - ) e também embaixo do pé do orixá iorubá Exu. O titulo desta página teria qui ser : O kimbanda "na sua lei".
A seguir oferecemos um listado com às coincidências (muitas para não ser tidas em conta) entre a Kimbanda (afro-brasileira) y o Kimbandismo (afro-bantu):
 Kimbanda brasileira Kimbanda (na Angola)
 Os Espiritos que chegam são mensageiros do Nkisi / Orixá (Exu ou Aluvaiá) que trabalham com as Almas durante a noite. Os Espiritos que chegam são mensageiros dos Nkisi / Npungus que trabalham com as Almas durante a noite.
Os chefes quando possuidos pôdem se contatar com o Alêm. Os chefes quando possuidos entram em contato con o Reino de Kalunga Ngombe (o Além)
Os Espíritos foram em vida chefes do culto. Os Espíritos foram em vida kimbandas (chefes do culto)
O batismo ou iniciação é feito com sangue, o iniciado tem que ficar isolado por sete dias e símbolo do chefia é uma bengala. A iniciação é feita com sangue. O iniciado fica isolado no mato por sete dias e o símbolo do chefía é uma bêngala e um chicote feito com cauda de zebra.
 Ùsa-se bebida e charuto para ter uma melhor incorporação e agradar ao Espírito Guia. Ùsa-se bebida, suco de ervas e charuto que são consumidos pêlo Chefe incorporado com seu Guia.
Na ceremônia fúnebre se façem sacrificios con danças e grandes banquêtes. Nas ceremônias fúnebres sacrifican-se animais segundo o poderío do sacerdote quando vivo. Geralmente são touros acompanhados com cabritos, galos e um gato. Seguem festas durante sete dias.
Usa-se amací (suco de ervas) en seus rituais. Usa-se amací para tudo.
Os espíritos "montados" em seus "cavalos" dançam e cantam acompanhados pêlo som dos atabaques, dando "gargalhadas". Os espíritos "montados" en seus "cavalos"dançam e cantam no meio da mata sagrada, pêla noite, acompanhados por tambores, dando gritos alongados proprios do povo banto quando está-se festejando um evento social-religioso.
A Pombogira é considerada como uma rainha e "mulher de sete maridos", sendo muito respeitada.  As mulheres bantas que conseguem o grau de sacerdotisas são consideradas como "rainhas" ou "chefas" podendo ter muitos maridos que passam a ser como escravos delas. Daí elas ser chamadas "njinjas" (rainhas)
Riscam-se pontos ou símbolos mágicos e usa-se fundanga, álcool, tochas, etc. Para certos trabalhos. Riscam-se símbolos mágicos para atrair ou rejeitar coisa boa ou má, sendo também usada a fundanga (polvora) o álcool, tochas, etc.
Em algumas casas os iniciados possuidos dançam en roda, que vai em sentido contrário às agulhas do relógio, sendo olhados pêlo chefe, que fica fora tomando conta de tudo. Dançam em roda anti-horaria, olhados pêlo tatá-nganga ou tatá-kimbanda (chefe supremo) que fica ao lado dos atabaques sentado num trono.

quarta-feira

Iansã Oração



ORAÇÃO
PRECE A IANSÃ

Saravá Iansã a grande guerreira, Orixá do raio e do vento, que ajuda com sua energia vencer as lutas e as dificuldades.
Saravá Senhora Rainha dos ventos proteja todos nós.
Oyá Deusa do rio Niger, senhora dos ventos e das tempestades. Coloco em tuas mãos minhas ações na luz de tua luz, eu te consagro todos os minutos e horas desse dia, meus trabalhos, minhas preocupações, meus desejos, os meus laseres são teus.
Daí – me hoje a tua luz poderosa para que eu compreenda todo bem que preciso fazer e tenha força para não ceder o mal que tenta bater em minha porta, que eu consiga ser mais fraterno, mais irmão, mais compreensivo e capaz de perdoar.
Dirija meus passos no caminho do bem e do amor, e hoje mais que ontem todos nós possamos contar com sua orientação, com a tua benção, com o teu amor.
Com tua espada haveremos de cortar as demandas dos invejosos, dos falsos, dos inimigos, dos olhos grandes, que necessitam de enxergar a verdade.
Dando conformação aqueles que sofrem, com a força d
os teus raios, nós te pedimos, que acenda a chama da vida dos que estão desenganados, de a eles força para continuar lutando na cura de seus males.
Saravá Iansã majestosa Senhora a vossa proteção em vosso louvor em brado unidos saudamos.
Êpa Rei Iansã !
ALTAR de IANSÃ
vela-amarela-a&e  altar_de_iansa-a&e    acender_vela
ACENDA SUA VELA para IANSÃ:
(Para acender a vela, clique na(s) vela(s) de sua escolha com o rato.
Para apagar a vela, passe com o rato por cima dela
Para saber o significado das cores das velas: Ver )


Iansã, Orixá dos Ventos e da Tempestade...Orixá das paixões e aventuras.

Senhora da Tarde, Dona dos Espíritos. Senhora dos Raios e das Tempestades.

Suas cores: amarelo, vermelho e coral
Saudação: Eparrei!
Seu dia: Quarta-feira ; Comida: acarajé; Elemento: fogo,
O que faz: dá coragem e impulsividade; protege contra desastres e acidentes.
Pedras: rubi, coral, granada.
Festa: 4 de dezembro, dia de Santa Bárbara, com quem está identificada.

Deixe sua Oração e pedido a Iansã:

Santa guerreira que ao meu lado caminha
Com sua espada de ouro e sua taça na mão
És para mim toda beleza, venero sua beleza
Guardo-a em meu coração,
Quando ela roda sua saia irradia
Deusa da Ventania
É a Rainha Trovão com meu Pai Xangô
Iansã fez a morada, ela roda sua saia
No romper da madrugada
Eparrei Ioiá
Saravá Iansã, ela é Rainha, é Orixá

amarração amorosa causa sensações e desejos na pessoa amada ?



É verdade que uma amarração amorosa causa sensações e desejos na pessoa amada ?

SIM ! A amarração amorosa existe , é uma ação espiritual  séria!  Exige  bastante convicção sentimental e responsabilidade  da pessoa que busca o auxílio espiritual  das entidades . Pois envolve a vida de uma determinada  pessoa unido-a amorosamente, além de  Entidades que irão atuar em uma amarração amorosa afim   obter a  satisfação espiritual e veneração que lhes interessa  . Através do trabalho de  amarração amorosa ,  entidades influenciaram   três aspectos na vida de uma pessoa.
 
Emocional : Através da  amarração amorosa , as  entidades influenciaram  os pensamentos da pessoa amada ,murmurando constantemente  o nome  da pessoa  quem solicitou a amarração amorosa. Trata-se  de uma   tortura invisível afim de provocar desejos e constantes pensamentos. Com isto , as entidades buscam provocar  saudades ,   vazio no íntimo e falta de prazer   , solidão , desejos ,  sonhos eróticos ou pesadelos para causar instabilidade espiritual e emocional . As Entidades ainda  poderão  influenciar  constantes acontecimentos desmoralizadores, fechando  portas na sua vida ou provocando decepções, que aos poucos irão abater  a pessoa  . Através destas ações ,  as entidades buscam quebrantar a resistência emocional e adquirir a influência necessária para lapidar  os sentimentos de uma pessoa .  
Os sentimentos   : Após o emocional , as entidades passarão a agir e  influenciar os  sentimentos de uma pessoa . Uma amarração amorosa agora procura desfazer os  bloqueios e os  desgastes amorosos  que impedem o equilíbrio do relacionamento . Desfazendo o rancor , o  ódio , a falta de confiança , os medos, os receios , os traumas vividos durante o relacionamento , os ressentimentos causados ao  longo do tempo, as entidades focam na restauração e o  surgimento de sentimentos bons  . 
No meio natural :  As entidades  irão  proporcionar a pessoa que encomendou a amarração amorosa,  oportunidades para demonstrar o seu amor diante da pessoa amada ,  e assim  estabelecer ou restabelecer o relacionamento. A pessoa amarrada perceberá ao longo do tempo, a  importância que p  relacionamento possui para a sua vida , bem como a valorização da pessoa que  solicitou a amarração amorosa para o equilíbrio emocional e natural de sua vida.Por isso , é importante o amadurecimento amoroso e o crescimento emocional da pessoa que busca o auxílio espiritual das entidades, para que erros e desgastes amorosos  não se repitam  e causem rupturas.
 

Existe apenas um tipo de amarração amorosa​? ​

Claro que não ! ​Existem vários tipos de rituais de amarração amorosa , bem como , trabalhos espirituais ​com ​as mais diversas finalidades . O mundo espiritual é bastante vasto , possui infinitas entidades​, seres espirituais , ​ com as mais variadas formas de veneração e cortejo  . Porém toda ação espiritual divide-se basicamente em dois conceitos  .

Trabalhos Benignos : Os  Trabalhos de amarração amorosa ou trabalhos espirituais realizados de forma benigna , buscam o auxílio das entidades  com boas intenções ​o que ​ conseqüentemente se traduz  de forma positiva na vida dos envolvidos. As Entidades agem  auxiliando as  necessidades , as  causas e petições humanas   em troca da satisfação espiritual das mesmas ​. Esta satisfação espiritual   ​consiste na adoração , no  cortejo , no  respeito e na   fé daqueles que as procuram em busca de auxílio  . No caso de uma amarração amorosa, as entidades agem ​restaurando o relacionamento e  gerando oportunidades para ​conquistar um amor ! ​O ​foco principal das entidades é o bem estar comum , respeitando a individualidade dos envolvidos ​, ​agindo através de influências ​nos ​ sentimentos , desfaze​ndo  ​os bloqueios , os  traumas,  os  ressentimentos  e criando  oportunidades para o entendimento do casal . 

Trabalhos malignos ou aversivos : São trabalhos espirituais ou amarração amorosa , que buscam o auxílio sobrenatural com entidades de baixa vibração, ou seja , demônios. Estas entidades também agem espiritualmente suprindo as  necessidades da humanidade , o problema é que as   influências e ações espirituais destas  interferem  no meio natural sem obedecer os  princípios espirituais,  ocasionando conseqüências  através do princípio da  causa e do  efeito na vida dos envolvidos cedo ou tarde . A satisfação espiritual destas entidades , não está relacionada com  a sua devoção , a  fé , o  respeito ou o  cortejo ( ritual )  , mas na pactuabilidade  com a sua vida, ou seja , estas entidades auxiliam espiritualmente uma pessoa com a finalidade de obter o domínio  sobre a vida dos envolvidos e  submeter estas aos  seus desejos e satisfações .Entidades de baixa vibração  não respeitam princípios espirituais , por que respeitaram a sua vida ? Há  pessoas que  procuram  auxílio espiritual com estas  entidades  e 
​são ​
 envolvidas 
​inconscientemente ​, 
 não imaginam que suas vidas estão  sendo oferecidas  para entidades de baixa vibração .  Pessoas levadas pelo egoísmo , sentimentos de possessividade, desespero etc , são facilmente induzidas a realizar  trabalhos  espirituais com estas  entidades com a  promessa de uma ação eficaz , poderosa e imediata diante de seus problemas ou dificuldades. Porém estas  entidades  quando obterem legalidades , irão  agir na vida dos envolvidos provocando desgastes, fechando caminhos, ocasionando problemas emocionais ( depressão , irritabilidade , angústias , ansiedade ,  traumas ) , dificuldade  financeira etc 

Amarração amorosa realmente funciona ?

 

Uma Amarração amorosa realmente  funciona ? De fato 

Existe ? 


Uma amarração amorsa funciona realmente ? O conteúdo  abordado em Ação Sobrenatural  ,   questiona a racionalidade do  homem diante da  religião e  dos  seres espirituais. Então , diante  tantos questionamentos geram algumas perguntas :  será mesmo  que uma amarração amorosa funciona ? Será mesmos que existem  petições conquistadas através do sobrenatural ? Será mesmo que estes  seres sobrenaturais existem ? Será mesmo que  existem  demônios , entidades , espíritos , anjos e deuses  ? Estaria livros religiosos como a bíblia por exemplo , errados em afirmar a existência destes seres espirituais  ?  A  crença faz parte da humanidade desde de sua origem e guiando  o homem através do tempo  . Algumas  religiões  possuem um  número bastante  expressivo de adeptos no mundo como  : o  Cristianismo , o Islamismo , o  Hinduísmo ,as  religiões Chinesas ,  o Budismos , as  Religiões Africanas e diversas  , estas   correspondem cerca de 93 % da população mundial .  Estaria  93 % da população mundial  sofrendo de loucura e acreditando no irreal ?  Será  mesmo que mais de 6 bilhões de pessoas  fantasiam  ações espirituais ? Seria bastante improvável que mais de  6 bilhões de pessoas , fossem adeptos de alguma crença , bem como os seres espirituais  sem motivo algum não acha ? O mundo Espiritual existe, como também as suas atribuições, ações e reações, mas  está presente nas  experiências  sobrenaturais   daqueles que crêem e  buscam .
 Mas será que trabalhos espirituais , bem como ,  uma amarração amorosa realmente  funciona ?   Primeiro é preciso entender que cada ser espiritual necessita de uma glória espiritual , e esta vem através  de condutas humanas e adoração , então através desta satisfação espiritual  as entidades  oferecem  auxílio espiritual diante de uma causa ou petição  . Na religião cristã por exemplo , aqueles que seguem e crêem  nesta crença , obedecem princípios  a fim de satisfazer espiritualmente o ser espiritual que os regem  . Diante das Entidades não é muito diferente , as mesmas se agradam de oferendas e rituais , que deve  ser oferecido como cortejo e adoração . As  entidades estão interessadas no seu respeito e veneração  , na soberba espiritual. É  bastante falta de maturidade e ignorância de conhecimento ,  pessoas que buscam o auxílio espiritual  de forma  espontânea  diante das entidades e reclamam de rituais e oferendas,  alegando que estão sendo roubadas etc , ninguém é  alienado(a)  afim de não buscar um entendimento diante de tantas informações disponíveis,  para  alegar tal situação . Não  se trata de contratar as entidades ou comprá-las , mas de oferecer-lhes  um ritual de invocação e adoração .  Porém , para que um trabalho espiritual ou uma amarração amorosa  funcione de fato , não basta simplesmente a realizar um ritual  de forma hipócrita comprando a servidão das mesmas  , se faz necessário fé , respeito e adoração diante das entidades , pois as  mesmas possuem interesses diante de uma causa , justamente para obter  grandeza e  adoração no plano espiritual. Em todas   as religiões , existem  pessoas alcançando as suas  graças diante de seus seres espirituais , mas é necessário fé ,  maturidade e respeito, de modo a entender que existem vários seres espirituais bem como as suas formas de satisfação . 
 
Então trabalhos espirituais , bem como a uma amarração amorosa funciona , porém é bastante importante frisar  que as ações espirituais estão diretamente ligadas a conduta pessoal de cada pessoa. Então , caso a sua busca por auxílio espiritual  vise comprar as ações das  entidades, pagar por um ritual e como mercadoria receber a suas petições  , está perdendo tempo . Entretanto  o mundo espiritual é bastante vasto , há entidades que não necessitam de sua devoção , mas de sua vida , é hipocrisia dizer que não há trabalhos espirituais neste segmento  , estes rituais são realizados diante destas entidades  através de pactos   , ou seja , além do ritual  e oferendas  ,  a sua vida também é envolvida diretamente neste ritual  como condição para estas entidades atuarem  de forma invasiva  , é o preço que se paga, não realizo trabalhos  invasivos , mas esta livre para procurar quem realize . Então não existem trabalhos fracos ou fortes , o que existe são trabalhos espirituais direcionados para cada tipo de pessoa, bem como a sua motivação  e convicção  

QUAL  A SUA OPINIÃO SOBRE AS ENTIDADES E TRABALHOS ESPIRITUAIS AMOROSOS ? 
Leio constantemente    Email´s  com o  relato de pessoas que se dizem enganadas por falsos  Pais de Santo , Mães de Santo, feiticeiros  e  Magos, estes  são denominados de picaretas, ladrões etc.  Mas o que dizer de pessoas que procuram trabalhos amorosos de forma egoísta e invasiva? Que desejam a todo custo manipular os sentimentos de alguém ?  O que vejo são pessoas com desejos invasivos decepcionadas  diante de pessoas que oferecem este tipo  trabalho espiritual  .  A conclusão que tive diante de tantos relatos,   é que ambas as partes estão erradas.  Reflita : Você está procurando realmente   ajuda espiritual para solucionar  seus problemas de forma coerente ? Está procurando ajuda espiritual  para solucionar  as  situações adversas que tem passado sem conseqüências para ambas as partes  ?  Está de fato procurando orientações  a cerca de seus  problemas ? Ou  talvez esteja  procurando  um trabalho espiritual afim  de  amarrar alguém  desesperadamente de forma egoísta e hipócrita, ansiando  por uma ação espiritual  afim de tornar esta pessoa  totalmente submisso (a) aos seus desejos , vontades e caprichos . Talvez esteja  tão cego(a)  e desespero(a) ,  que não pensou na possibilidade de que talvez tenha errado no  relacionamento, que precisa mudar e ajustar condutas para levar o relacionamento adiante   !  Que não construiu  laços fortes e talvez tenha faltado maturidade para sustentar o relacionamento  . Talvez  esteja procurando uma forma de marrar alguém simplesmente por que  não aceita  que esta  pessoa siga o seu   caminho   sem você, ou o fato de que , pretende obter ajuda espiritual , não para reparar erros , restituir sentimentos e restaurar a relação ,  mas para dominar alguém afim de que este(a) lhe aceitar a todo custo  ! . Porém se procura este tipo de ajuda , não é muito  diferente daqueles que prometem o céu e a terra , as  voltas milagrosas , dos  que  prometem pessoas  totalmente restauradas  emocionalmente e escravas, estando submissa e  a sua disposição em dias ! Todos as pessoas possuem maturidade e maioridade para serem responsáveis por aquilo que buscam   . Tenho uma fé racional e credito no  aconselhamento , acredito em conceitos de vida  , acredito que com a ajuda das entidades  pode-se restaurar os sentimentos  de uma relação  com responsabilidade , de forma gradativa  , com paciência e fé .   não questiono e nem defendo a conduta de ninguém a cerca das ações  espirituais  , porém tenho uma visão racional a cerca de todas estas questões, não possuo interesse nesta corrida frenética  . . Nenhum trabalho sustenta definitivamente um  relacionamento, as oportunidades são geradas , cabe você prosseguir com responsabilidade e maturidade  . .
Amarração amorosa efeitos claro que jamais produzirá  , mas funciona  realmente uma amarração amorosa ? , então poderosa  amarração amorosa  seja  , esta forma  forma  grátis  amarração amorosa  como fazer  amarração amorosa    funciona mesmo  amarração amorosaAmarração amorosa efeitos claro que jamais produzirá  , mas funciona  realmente uma amarração amorosa ? , então poderosa  amarração amorosa  seja  , esta forma  forma  grátis  amarração amorosa  como fazer  amarração amorosa    funciona mesmo  amarração amorosa Amarração amorosa efeitos claro que jamais produzirá  , mas funciona  realmente uma amarração amorosa ? , então poderosa  amarração amorosa  seja  , esta forma  forma  grátis  amarração amorosa  como fazer  amarração amorosa    funciona mesmo  amarração amorosa Amarração amorosa efeitos claro que jamais produzirá  , mas funciona  realmente uma amarração amorosa ? , então poderosa  amarração amorosa  seja  , esta forma  forma  grátis  amarração amorosa  como fazer  amarração amorosa    funciona mesmo  amarração amorosa


terça-feira

3 magos Gaspar, Melchior e Baltazar

ajude nosso blog faça aqui sua doação Pagar


 
-------- Seu Bolo de reis simples - pegue um Panetone e polvilhe açúcar de confeiteiro se nao tiver polvilhe açúcar cristal... 
-------- Coma uma fatia,  diga o nome dos 3 Reis (Gaspar, Melchior e Baltazar) Em seguida, mentalize: “Assim como trouxeram tanta luz para nosso mestre Jesus, que tragam boas energias para a casa, protegendo todos os meus familiares.... seus pedidos. Amém”
Não deixe de fazer até às 6h do dia 6 de janeiro a simpatia dos reis magos
--------- Simpatia dos Reis Magos
Escreva em um papel e cole no batente superior da porta para o lado de dentro da sua casa os nomes dos três Reis Magos: (Gaspar, Melchior e Baltazar) um ao lado do outro. Em seguida, mentalize: “Assim como trouxeram tanta luz para nosso mestre Jesus, que tragam boas energias para a casa, protegendo todos os meus familiares... seus pedidos. Amém”
                                                      - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Em país distante viviam três homens sábios que estudavam as estrelas e o céu. Um dia viram uma nova estrela muito mais brilhante que as restantes, e souberam que algo especial estava acontecendo.

Perceberam que nascera um novo rei e foram até ele.

Os três reis magos, Gaspar, Melchior e Baltazar, levavam presentes, e seguiam a estrela que os guiava até que chegaram à cidade de Jerusalém.

Aí perguntaram pelo Rei dos Judeus, pois tinham visto a estrela no céu.

Quando o rei Herodes soube que estrangeiros procuravam a criança, ficou zangado e com medo. Os romanos tinham-no feito rei a ele, e agora diziam-lhe que outro rei, mais poderoso, tinha nascido?

Então, Herodes reuniu-se com os três reis magos e pediu-lhe para lhe dizerem quando encontrassem essa criança, para ele também a ir adorar.

Os reis magos concordaram e partiram, seguindo de novo a estrela, até que ela parou e eles souberam que o Rei estava ali.

Ao verem Jesus, ajoelharam e ofereceram-lhe o que tinham trazido: ouro, incenso e mirra. A seguir partiram.

À noite, quando pararam para dormir, os três reis magos tiveram um sonho. Apareceu-lhe um anjo que os avisou que o rei Herodes planeava matar Jesus.

De manhã,  já não foram até Jerusalém: regressaram à sua terra por outro caminho.

José também teve um sonho. Um anjo disse-lhe que Jesus corria perigo e que ele devia levar Maria e a criança para o Egito, onde estariam em segurança. José acordou Maria, prepararam tudo e partiram ainda de noite.

Quando Herodes soube que fora enganado pelos reis magos, ficou furioso. Tinha medo que este novo rei lhe tomasse o trono.

Então, ordenou aos soldados para irem a Belém e matarem todos os meninos com menos de dois anos. Eles assim fizeram.

As pessoas não gostavam de Herodes,  ficaram a odiá-lo ainda mais.

Maria e José chegaram bem ao Egito, onde viveram sem problemas.
Então, tempos depois, José teve outro sonho: um anjo disse-lhe que Herodes morrera e que agora era altura de regressar com a família a Nazaré à sua casa.

Depois da longa viagem de regresso, eles chegaram enfim ao seu lar.


A melhor descrição dos reis magos foi feita por São Beda, o Venerável (673-735), que no seu tratado “Excerpta et Colletanea” assim relata: “Melquior era velho de setenta anos, de cabelos e barbas brancas, tendo partido de Ur, terra dos Caldeus. Gaspar era moço, de vinte anos, robusto e partira de uma distante região montanhosa, perto do Mar Cáspio. E Baltasar era mouro, de barba cerrada e com quarenta anos, partira do Golfo Pérsico, na Arábia Feliz”.

Quanto a seus nomes, Gaspar significa “Aquele que vai inspecionar”, Melquior quer dizer: “Meu Rei é Luz”, e Baltasar se traduz por “Deus manifesta o Rei”.

Como se pretendia dizer que representavam os reis de todo o mundo, representando as três raças humanas existentes, em idades diferentes. Assim, Melquior entregou-Lhe ouro em reconhecimento da realeza; Gaspar, incenso em reconhecimento da divindade; e Baltasar, mirra em reconhecimento da humanidade.

A exegese vê na chegada dos reis magos o cumprimento a profecia contida no livro dos Salmos (Sl. 71, 11): “Os reis de toda a terra hão de adorá-Lo”.
 

EPIFANIA- Pelos padres claretianos (bibliografia na base)

Epifania, em grego, significa manifestação. Jesus se manifesta e revela aos reis magos, vindo do Oriente para vê-Lo e adorá-Lo, oferecendo-Lhe ouro, incenso e mirra. Jesus quer ser conhecido e amado por todos os habitantes da terra.

Ainda não se fechou o ciclo no Natal. Alcança novo ponto culminante na liturgia do dia 06 de janeiro. A festa desse dia ocupa, na Igreja Oriental, o lugar que o Natal ocupa entre nós. Trata-se da celebração de uma grande idéia: A Manifestação ou "Epifania do Senhor".

Para tanto, juntam-se três acontecimentos salvíficos: as homenagens dos Reis Magos do Oriente, o Batismo de Jesus no Jordão, as Bodas de Caná. Quer dizer, portanto, três manifestações iniciais de sua Glória.

Para epístola escolheu-se um dos trechos mais jubilosos do Livro de Isaías: 60, 1-6: "Levanta-te, Jerusalém, ilumina-te!" Deus farà brilhar a sua luz em Jerusalém, a tal ponto que os pagãos subirão para esta cidade. Em Jesus, apareceu, de Fato, a salvação de Deus para todos, em Jerusalém e na Palestina.

O Evangelho da missa narra o primeiro dos fatos salvíficos celebrados. É uma história que São Mateus conta no início de seu livro: a primeira manifestação de Jesus a não-judeus. Ela é a indicação sugestiva de que também o mundo extra-israelita está envolvido na vinda de Jesus. Por via de um sinal astronômico e de uma profecia judaica, alguns magos encontraram o Menino com sua Mãe, Maria, e prestam-lhe honra real. Desde os tempos das catacumbas, tem a arte cristã representado com predileção essa cena para, por meio dela, expressar a manifestação de Jesus ao mundo inteiro. O nome popular dessa festa é: "Dia dos Reis".

A história dos Reis Magos tem prolongamento na matança das crianças de Belém e na fuga para o Egito. A morte dos infantes inocentes, que derramaram seu sangue por Cristo, é celebrada dentro da oitava de Natal, no dia 28 de dezembro. Chama-se "Festa dos Inocentes". Quanto à fuga do Egito, ela quer significar que Jesus, ao voltar de lá, segue também os passos de seu povo, quando este outrora marchava do Egito para a terra prometida. Mateus chama a atenção sobre esse ponto: "... para que se cumprisse que o Senhor dissera pelo profeta: "Eu chamei meu filho do Egito" (Mt 2, 15). O povo israelita já se chama "filho de Deus", mas Jesus é "O" Filho de Deus por excelência. É nele que o povo voltará definitivamente da escravidão.

Acorramos mais uma vez ao presépio, em companhia dos reis magos, e ofereçamos também a Jesus, pelas mãos maternais de Maria Santíssima, o ouro do nosso amor, o incenso das nossas orações e a mirra das nossas mortificações e paciências.

                                                      - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


EPIFANIA - Pelo Pe. João Batista Lehmann (bibliografia na base)

A Festa que a Igreja celebra, tem o nome de Epifania, isto é, aparição do Senhor, por apresentar-nos três grandes mistérios, em que Jesus Cristo se manifestou ao mundo como Filho de Deus e Salvador do gênero humano. O primeiro destes mistérios é a adoração que os três Magos prestaram ao Menino, em Belém. O segundo é o Batismo de Jesus Cristo no Jordão, ocasião em que o Pai celeste fez a apresentação de seu Filho, dizendo: “Este é meu Filho mui amado, em quem pus minha complacência”. O terceiro, finalmente, é a transformação da água em vinho, milagre que Cristo fez, por ocasião das bodas de Caná, para manifestar aos discípulos sua missão messiânica.

Logo após seu nascimento no estábulo de Belém, Jesus Cristo quis manifestar-se aos judeus e aos pagãos. Aos pastores, que estavam nos campos vigiando os seus rebanhos, mandou celeste mensagem, por intermédio dos Anjos, que lhes anunciaram o grande acontecimento, dizendo: “Não temais; anuncio-vos uma boa nova, que há de ser para todo o povo motivo de grande alegria! Hoje na cidade de Davi, nasceu o Salvador, que é o Cristo, nosso Senhor”. (Lc. 2, 10). Aos pagãos do Oriente mandou a estrela maravilhosa, a anunciar-lhes o aparecimento daquela estrela profetizada por Balaam, nas palavras: “Uma estrela sai de Jacó, um cetro levanta-se de Israel, que esmagará os príncipes de Moab”. Os pagãos bem conheciam esta profecia, e ansiosos esperavam pelo aparecimento da estrela preconizada. Afinal a viram surgir. Sobressaindo entre as outras, pelo brilho e a posição extraordinários, chamou a atenção de três homens, conhecidos por Gaspar, Melquior e Baltazar ou, como a Bíblia os intitula, os três Magos do Oriente. Iluminados por luz divina, conheceram no aparecimento da estrela o sinal indubitável do cumprimento da palavra profética de Balaam, e sem demora trataram dos preparos da viagem, que os levassem à presença do rei dos Judeus recém-nascido. A estrela servia-lhes de guia. Seguindo-a sem desfalecimento, chegaram a Jerusalém. Pela primeira vez, ao chegarem à capital de Judá, o astro maravilhoso se lhes escondeu das vistas, e grande foi a tristeza e não menor o desapontamento do Magos. Na convicção, porém, de tratar-se de um fato por todos conhecidos e, julgando que não houvesse na cidade quem não soubesse dar-lhes as necessárias informações sobre o Rei dos Judeus recém-nascido, confiadamente entraram em Jerusalém e perguntaram: “Onde está o Rei dos Judeus, que acaba de nascer? Vimos sua estrela no Oriente, e viemos adorá-lo”. (Mt. 2, 2). Se grande foi o desaponto por não mais ver a estrela, sua fiel companheira, maior foi a decepção que experimentaram, ao notarem o espanto que essa pergunta causou às pessoas a quem dirigiram.

A chegada de três príncipes estrangeiros à capital dos Judeus provocou grande alvoroço na cidade e na corte real. O rei Herodes perturbou-se sobremodo, não sabendo o que pensar da inesperada nova. No íntimo começou a recear pelo trono. Reuniu os príncipes dos sacerdotes e os escribas do povo, para que lhe dissessem algo do lugar onde devia nascer o Cristo.

Os judeus conhecedores que eram das profecias, não duvidaram de que teria chegado o momento do Messias aparecer. Sabiam também o lugar onde, segundo o profeta Michéas, o Desejado das nações havia de nascer. A resposta dos sacerdotes não deixou nada a desejar, quanto à clareza, e era concisa nestes termos: Os sagrados livros dizem: Em Belém, terra de Judá, há de nascer o Cristo; pois está escrito pelo profeta: “Tu, Belém na terra de Judá, não és por certo a menor, entre as cidades principais da Judéia; pois é de ti que há de sair o chefe, que deve governar Israel, meu povo”. Tendo Herodes ouvido a resposta dos entendidos, mandou vir secretamente os magos, e indagou o tempo exato em que lhes tinha aparecido a estrela. Depois, mandando-os a Belém, disse-lhes: “Ide, informai-vos do Menino com cuidado, e logo que encontrardes, vinde dizer-me a fim de que eu também o vá adorar”. Não era, porém, esta a sua intenção. Falso que era, fingiu grande devoção e interesse de conhecer o Messias, e figurar entre os primeiros adoradores, quando sua intenção verdadeira era apoderar-se da criança e matá-la. Os Magos, cheios de alegria, por ter obtido informações tão claras partiram. A estrela que tinham visto no Oriente, caminhava diante deles e quando chegou em cima do lugar onde estava o Menino, parou. Por inspiração divina sabiam, que se achavam na presença d’Aquele que, nascido na pobreza, era o Rei do Universo.

Entraram na casa, e aí acharam o Menino, com Maria, sua Mãe. Tomados de profundo respeito, prostraram-se por terra e adoraram ao menino, como Deus e Salvador do mundo. Em seguida abriram os tesouros e ofereceram ao divino Infante ouro, incenso e mirra.

Cumprindo-se a profecia do rei Davi, que diz: “Reis de Tharsis e das ilhas virão oferecer-lhe presentes; os reis da Arábia e de Sabá trarão oferendas”. (S. 71, 10). Sobre o tempo que os Magos permaneceram em Belém, os Santos Livros nada dizem. Nada sabemos o que entre eles e José e Maria se passou. É, porém, provável, que se tenham demorado na cidade de Davi e que José e Maria lhes tenham referido tudo que se passara nos últimos dias, antes de sua chegada do Oriente.

Tratando da volta, quiseram, como a Herodes tinham prometido, passar por Jerusalém. Um Anjo, porém, apareceu-lhes dando-lhes a ordem expressa, que tal não fizessem. Obedientes a este celeste aviso, voltaram por caminho diferente para sua terra.

É fora de dúvida que os Magos tenham comunicado aos súditos o aparecimento do Salvador e com eles se tenham convertido à religião, de que se confessaram fiéis discípulos até o fim da vida. Um autor antiqüíssimo, na explicação que faz do Evangelho de São Mateus, diz que o Apóstolo Tomé os batizou na Pérsia e com eles milhares de súditos. Uma tradição existe, segundo a qual as relíquias dos Magos foram transportadas para Constantinopla, e de lá passaram para Milão, de onde, no século 12, o Imperador Frederico Barboroxa as transladou para Colônia, em cuja majestosa Catedral são até hoje veneradas.

Reflexões:

Os três Magos são, com toda razão, chamados as primícias da nossa fé, e sua festa é digna de ser celebrada com a maior solenidade, em sinal de alegria, por Deus ter chamado também os pagãos, ao conhecimento da religião de seu filho Unigênito. “É um benefício imenso, que Deus me fez, ter-me chamado à existência num tempo e numa terra, onde reina a verdadeira religião”, diz Santo Agostinho. “Milhares e milhares de homens vejo, que não tem esta felicidade. Quantos milhões são ainda pagãos?” – Agradece de todo coração a Deus a graça de tua vocação cristã e procura tornar-se cada vez mais digno da mesma.
                                                      - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Origem e História

O Bolo do Dia de Reis, como era chamado antigamente, leva frutas cristalizadas, uvas passas, nozes, amêndoas

FOLCLORE NO BRASIL

Na cultura tradicional brasileira, os festejos de Natal eram comemorados por grupos que visitavam as casas tocando músicas alegres em louvor aos “Santos Reis” e ao nascimento de Cristo; essas manifestações festivas estendiam-se até a data consagrada aos Reis Magos. Trata-se de uma tradição originária de Portugal que ganhou força especialmente no século XIX e mantém-se viva em muitas regiões do país, sobretudo nas pequenas cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro, dentre outros.
BOLO DIA DE REIS

INGREDIENTES:
200g de manteiga
200g de açúcar
200g de amêndoas em pó
4 ovos
75g de farinha de trigo
2 discos de massa folheada de 3ml de espessura
Fôrma de 22cm de diâmetro
2 ovos ligeiramente batidos para pincelar a massa

MODO DE PREPARO:

Bata em batedeira a manteiga com o açúcar e as amêndoas. Depois que a mistura clarear e crescer, junte aos poucos os quatro ovos, um de cada vez, sem parar de bater. Incorpore por último a farinha e bata mais um minuto, só para misturar. Reserve na geladeira.

Montagem:
Coloque um disco de massa folheada na fôrma e espalhe por cima o creme. Coloque uma e cubra com o segundo disco de massa folheada. Pincele com ovo batido. Asse em forno pré-aquecido a 200°C, durante aproximadamente 25 minutos. Deixe esfriar, desenforme e sirva.


                                                      - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- Simpatia dos Reis Magos  para dia 6 de janeiro
Escreva com lápis, no batente superior da porta de entrada da sua casa, os nomes dos três Reis Magos: Baltazar, Melquior e Gaspar, um ao lado do outro. Em seguida, mentalize: “Assim como trouxeram tanta luz para nosso mestre Jesus, que tragam boas energias para a casa, protegendo todos os meus familiares. Amém”.

SIMPATIA DAS ROMÃS

1) No dia de Reis, coloque três caroços de romã dentro da carteira para ter dinheiro durante o Ano Novo.

2) No Dia de Reis, dia 6 de janeiro, pegar uma romã e retirar 9 sementes pedindo aos 3 Reis Magos, Baltasar, Belchior e Gaspar que nesse ano que se inicia você tenha muita saúde, amor, paz, dinheiro.

Depois pegue 3 das nove sementes e guarde num saquinho, papel, o que der. Essas sementes ficarão dentro da carteira para nunca faltar dinheiro.

As outras 3 você engole e as últimas três que sobraram você joga pra trás fazendo o pedido que desejar. É infalível. Você pode não ficar rico, mas na sua carteira vai ter sempre algum dinheiro.

SIMPATIA DAS MAÇÃS

Antes da meia-noite, sirva sobre uma toalha branca nova quatro pratos com maçãs ­ uma para você e uma para cada rei mago. Coma a sua.

No dia seguinte, dê uma nota (de qualquer valor) e uma das maçãs dos reis a uma criança e outra nota e as duas maçãs restantes a um mendigo.

Deposite uma terceira nota na caixa de esmolas de uma igreja e guarde uma outra até o final do ano e depois jogue-a fora. A partir de 6 de janeiro, Dia de Reis, acontecerão mudanças em sua vida.
 

Postagens populares

entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs